Por pedro.logato

São Paulo - Em Barueri, o Fluminense não repetiu as boas atuações dos últimos jogos, mas conseguiu três pontos importantes para a sequência do Brasileiro. Com uma equipe modificada, já que Cristóvão resolveu poupar Bruno, Diguinho e Sobis, o clube carioca derrotou o Bahia por 1 a 0, gol da aposta do treinador Kenedy.

O resultado fez o Tricolor Carioca dormir na liderança do Brasileiro, já que o Grêmio acabou derrotado pelo São Paulo no Morumbi. Na próxima rodada, o clube das Laranjeiras enfrenta o Atlético-MG, no Ipatingão, às 22 horas, na quarta-feira. Já o Bahia joga na quinta-feira, às 21 horas, contra o Santos, no Joia da Princesa.

Kenedy fez o gol da vitória do FluminenseDivulgação

O JOGO

O Fluminense começou com tudo o confronto diante do Bahia. Com apenas três minutos, a sorte sorriu para Kenedy, uma das apostas de Cristóvão Borges para a partida. O jovem recebeu na direita, cortou para esquerda e soltou a bomba, a bola desviou na zaga e morreu no ângulo de Marcelo Lomba.

A partir daí, o Tricolor Carioca recuou um pouco, chamando o time baiano para o seu campo. Porém, com uma marcação bem forte, o clube carioca neutralizava as jogadas do adversário e quase chegou ao seu segundo gol. Wellington Silva fez bela jogada e deixou Walter na cara do gol, mas o zaga do Bahia travou bem o lance e evitou que o atacante marcasse.

O segundo tempo começou com Kenedy quase marcando mais um. O jogador avançou com a bola, mas chutou fraco na mão de Lomba. Depois, Conca arriscou de fora da área, mas o goleiro baiano fez facilmente a defesa. Aos 12 minutos, o Bahia assustou. Branquinho arrancou bem e abriu a bola para William Barbio, o atacante cruzou, mas Gum evitou que Maxi empatasse o jogo.

Visando dar novo ritmo ao Flu, Cristóvão fez duas modificações. Sobis e Diguinho, poupados, entraram nos lugares de Kenedy e Conca. Aos 31 minutos, o Bahia voltou a assustar. William Barbio tabelou com Roniery e chutou para boa defesa de Rafael. O Fluminense também criou uma boa chance. Sobis tabelou com Wganer e recebeu na cara do gol, mas Lomba fez boa defesa.

Os últimos minutos foram de sufoco para o Tricolor Carioca. Com Ronan no lugar de Carlinhos, o time baiano explorou muito a falta de experiência do jovem, mas o clube carioca conseguiu se segurar e trazer mais três pontos para o Rio de Janeiro.


FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Público e renda: 1.345 pagantes e R$32.650,00
Cartões Amarelos: Branquinho (BAH)

Gols: Kenedy (FLU), aos 3'/1ºT (0-1)

BAHIA: Marcelo Lomba, Roniery, Demerson, Titi e Pará; Fahel, Uelliton (Rafinha, 15'/2ºT), Rafael Miranda (Willliam Barbio, Intervalo) e Branquinho; Anderson Talisca e Maxi Biancucchi (Henrique, 35'/2ºT) - Técnico: Marquinhos Santos

FLUMINENSE: Felipe Garcia, Wellington Silva, Gum, Marlon e Carlinhos (Ronan, 35'/2ºT); Jean, Chiquinho, Wágner e Conca (Rafael Sobis, 21'/2ºT); Kenedy (Diguinho, 13'/2ºT) e Walter - Técnico: Cristovão Borges
Notícias com: Bahia, Fluminense, Campeonato Brasileiro

Você pode gostar