Por pedro.logato

Rio - O Corinthians quer Conca e já abriu negociações com a Unimed Participações, dona de 80% dos direitos econômicos do apoiador. Fragilizado com o fim da parceria, o Fluminense deve receber em breve a proposta oficial pelo jogador.

Conca pode deixar o FluminenseAndré Mourão / Agência O Dia

A difícil situação financeira da patrocinadora pode facilitar a saída de Conca. De acordo com o site Globoesporte.com, a Unimed não pagou aos jogadores os salários de novembro, o 13º e já teria avisado que não há previsão para regularizar a situação.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

A negociação envolvendo Conca, cujo contrato vai até janeiro de 2017, não é simples. Ele tem o segundo maior salário no clube: R$ 750 mil (R$ 500 mil bancados pela Unimed). O Tricolor se defende do assédio, mas é interesse de Celso Barros, presidente da antiga patrocinadora, recuperar parte do dinheiro investido nos astros ligados à Unimed ou se livrar com urgência dos gastos com direitos de imagem.

Este ano, a empresa responsável pelo pagamento de um percentual, que varia entre 50% e 80% dos vencimentos dos jogadores, desembolsou cerca de R$ 4 milhões mensais para honrar os contratos de Diego Cavalieri, Gum, Fred, Conca, Wagner, Cícero, Walter, Rafael Sobis, Valencia, Diguinho e Carlinhos. Os quatro últimos já deixaram as Laranjeiras

Cavalieri e Gum, que está perto da renovação, passarão a receber integralmente do Fluminense. Em meio ao temor de perder Conca, a diretoria anunciou ontem o zagueiro João Felipe, ex-Avaí, que assinou até o fim de 2015.

Você pode gostar