Cristóvão Borges minimiza favoritismo de Flamengo e Fluminense no Carioca

Treinador tricolor disse que manutenção de técnicos na dupla Fla-Flu pode ser um trunfo neste início de temporada

Por O Dia

Rio - Como manda o calendário, o Campeonato Carioca dá o pontapé de início da temporada de futebol para os times do Rio de Janeiro. Neste ano, mesmo com o Botafogo tentando se reerguer da crise financeira que contribuiu para o seu rebaixamento no Brasileirão e o Vasco voltando à elite da Série A, o técnico Cristóvão Borges foi 'político' e não quis polarizar a dupla Fla-Flu como favoritos ao título.

LEIA MAIS: Flu faz treino físico e Cristóvão Borges diz que conta com Fred e Conca

"À frente, não, mas a manutenção do treinador é um ganho, uma vantagem. Mas vai depender das escolhas que cada um fez, para que se dê resultado. Importante trazer experiência, já conhece o clube. Nas últimas temporadas, os times que ganham mais, fazem isso, mantém o treinador", revelou o treinador tricolor.

Nesta sexta-feira, o Fluminense realizou um treino físico no gramado das Laranjeiras. Logo mais, na parte da noite, a delegação tricolor viaja para os Estados Unidos, onde vai disputar a Florida Cup, contra o Colônia, Bayer Leverkusen e Corinthians. O treinador disse que já estudou os rivais alemães para não fazer feio.

"Tenho material deles. Mesmo se não tivesse, a gente acompanha o estilo e maneira de jogar. Tem coisas que servem para a gente também. Observo há algum tempo. Sei da disciplina tática, estão no meio da temporada, estão muito bem. Marcação rígida, jogam marcando atrás da linha da bola. Vamos trabalhar para enfrentar, mas o tempo é curto".