Voo atrasa e atrapalha a vida do Fluminense nos Estados Unidos

Problema na conexão para Orlando obriga comissão técnica a cancelar a primeira atividade nos EUA

Por O Dia

Rio - A saga do Fluminense na terra do Tio Sam não começou bem. Presa no aeroporto de Miami desde às 4h no horário local (7h no de Brasília), a delegação tricolor foi obrigada a cancelar o treino previsto para sábado à tarde por causa do cancelamento do voo para Orlando. Inicialmente atrasado, em razão da falta de visibilidade para decolagem, o trajeto seguinte foi cancelado pela companhia aérea. A alternativa para minimizar o desgaste foi dividir comissão técnica, jogadores e demais funcionários do clube em três grupos.

O último desembarcou em Orlando durante a noite. No primeiro dia da pré-temporada nos Estados Unidos, o técnico Cristóvão Borges trocou o trabalho pelo descanso. Os jogadores almoçaram no aeroporto de Miami. Com menos um dia de preparação, a comissão técnica prevê dificuldade na Florida Cup. O Corinthians também participa do torneio internacional.

Voo atrasou e complicou a vida do Fluminense nos EUAReprodução Instragram

Com Bayer Leverkusen e Colônia pela frente, nos dias 15 e 17, os jogadores terão apenas cinco dias para mesclar treinos físicos e técnicos até o primeiro contato com bola para valer. Com direito a três dias de férias extra, Wagner, Conca e Fred já estavam nos Estados Unidos com suas respectivas famílias. O trio, que se apresentou diretamente no hotel em que a equipe ficará hospedada durante a estada em Orlando, iniciou por conta própria os treinos físicos em solo americano.

Depois de a diretoria bancar sua permanência em meio ao assédio de Cruzeiro, Internacional e Palmeiras, Fred postou fotos nas redes sociais suando a camisa numa academia. Fato é que a pré-temporada do Fluminense no exterior é alvo de críticas internas pelo curto tempo para aprimorar as formas física e técnica dos jogadores. Pela participação na Florida Cup, o clube embolsará cerca de R$ 500 mil. No dia 18, o grupo encera as atividades nos Estados Unidos e dará continuidade aos treinos nas Laranjeiras.

Cristóvão segue de olho em Xerém

A boa impressão deixada pelo zagueiro Marlon despertou a atenção de Cristóvão Borges para Xerém. Promovido às pressas, a promessa, de 19 anos, correspondeu e abriu caminho. Com 20 anos, o volante Luiz Fernando, o apoiador Bryan Oliveira e o atacante Pablo Dyego são as bolas da vez. O trio participará da pré-temporada nos Estados Unidos.