Com proposta 'irrecusável' da China, Conca pede para sair do Fluminense

Tricolor exige compensação para liberar o meia argentino

Por O Dia

Estados Unidos - O temor da torcida tricolor de perder Conca ganhou um novo capítulo que pode ser decisivo para um possível adeus. O meia recebeu uma proposta e avisou ao Fluminense que deseja voltar para a China. O clube carioca, por sua vez, exige uma compensação para liberá-lo.

Conca deseja sair do FluminenseDivulgação

O receio de uma possível saída de Conca ganhou forma com o fim da parceria entre Fluminense e Unimed, que detém 80% dos direitos econômicos do atleta e paga R$ 500 mil dos R$ 750 mil que o argentino recebe de salário por mês.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Dono dos direitos federativos e 20% dos econômicos, o Fluminense não deseja ter o jogador insatisfeito no clube, mas não abre mão de uma compensação financeira para liberar um de seus astros.

"Conca nos chamou para uma reunião e comunicou que havia chegado uma proposta para ele. Segundo ele, muito boa do ponto de vista financeiro. Irrecusável. Ele nos disse que a vontade dele é aceitar, até por causa da idade que ele está. Nós dissemos a ele que essa possibilidade só existe quando o Fluminense receber a compensação da multa de rescisão. Situação simples, direta e reta. Tentamos melhorar bastante, fizemos uma contraproposta para ele, mas disse que não tínhamos chegado nem perto. Não abriu valores, o que é direito dele. Se é da vontade dele, da família dele, obviamente que vamos respeitar, desde que seja respeitado o desejo do Fluminense. Ele é um grande jogador e ídolo da torcida, o mínimo que queremos é uma compensação financeira que o Fluminense entenda ser suficiente. Se ele não quer, não podemos tê-lo no clube insatisfeito. Que percentual é esse? Algo sigiloso. No contrato tem uma multa para saída. E queremos o valor percentual que temos direito", disse Mário Bittencourt, vice de futebol.

O dirigente do Fluminense admite que Conca deseja sair do clube.

"Ele pontuou que está há dois meses sem receber do nosso antigo patrocinador e agora estaria recebendo muito menos do que estava acostumado. Tentamos encontrar um outro caminho, propomos um novo contrato mais longo para ele encerrar a carreira no Fluminense. Ainda é o nosso desejo. Se ele mudar de ideia, vamos aceitá-lo no grupo. Hoje, ele quer sair. E nós queremos a compensação financeira. Estamos esperando um contato", declarou.