Por pedro.logato

Rio - Com três jogos e três vitórias, o Fluminense começou a sua disputa no Campeonato Carioca da melhor maneira possível. Um dos destaques da equipe tricolor é o lateral-esquerdo, Giovanni, que chegou ao clube vindo do Criciúma. O atleta foi recebido com desconfiança pelos torcedores, após a saída de Carlinhos, que passou pelo clube por quatro anos, conquistando dois Brasileiros pelo Tricolor, mas vem agrandando e já até deixou a sua marca pelo clube no jogo contra o Nova Iguaçu.

Giovanni já deixou a sua marca com a camisa do FluminenseMárcio Mercante

No último domingo, ele fez a sua primeira partida no Maracanã. O confronto foi complicado, mas no fim, a equipe das Laranjeiras conseguiu derrotar o Bangu, apesar das dificuldades. Para os próximos jogos, o atleta quer ver a equipe perdendo menos gols para não complicar os confrontos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

"O Maracanã tem um ambiente muito bom. Eu me senti em casa, senti o clima da torcida. Nós estamos criando as chances, mas precisamos fazer os gols para não passar essa pressão no fim. Depois a torcida empurrou, foi junto conosco e nos ajudou a conseguir esse resultado importante, que nos permitiu continuar com 100% de aproveitamento", afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Para o próximo jogo, o Tricolor deve ter um complicador a mais. Nesta quinta-feira, o Flu vai enfrentar o Boavista, em Saquarema, e o gramado do estádio de Bacaxá já ligou o sinal de alerta entre os jogadores da equipe.

"Para um time como o nosso, que trabalha muito com a bola nos pés, com passes rápidos, um campo ruim atrapalha, mas temos que passar por cima disso. O Fluminense é grande e em qualquer campo nós temos que vencer. Não será diferente na quinta-feira. Temos que partir para cima", disse.

Você pode gostar