Derrotas do Flu não abalam Giovanni na missão de substituir Carlinhos

Lateral-esquerdo tem início promissor no Tricolor

Por O Dia

Rio - O início arrasador do Fluminense no Carioca, com quatro vitórias seguidas, não escondeu a fragilidade de uma equipe ainda em formação. As derrotas para Volta Redonda e Vasco colocaram muitos dos recém-contratados diante do primeiro desafio em meio ao sonho de vestir a camisa de um grande clube. Escolhido para a missão de substituir o bicampeão brasileiro Carlinhos, atualmente no São Paulo, Giovanni encara com otimismo a pressão pela ausência do Tricolor no G-4.

Giovanni não se abalou com derrotas tricoloresMárcio Mercante

“Os jogadores que chegaram são novos, mas experientes. Estou tranquilo quanto a isso. Já enfrentei outros momentos difíceis na carreira. Quando cheguei, sabia que seria assim. Nas quatro vitórias mantive os pés no chão. Sei que apenas com trabalho podemos mudar essa situação. Já estamos pensando no jogo de domingo e querendo vencer”, disse Giovanni, contratado ao Criciúma.

Em estado de alerta, a primeira iniciativa de Cristóvão Borges na reapresentação foi uma longa conversa no vestiário. O bate-papo contou com a presença de membros da diretoria. Com a semana livre, o treinador promete sair da parte teórica para a prática na tentativa de solucionar os problemas apresentados na últimas rodadas.

À espera de Gum, recuperado de uma cirurgia para a retirada de apêndice, Cristóvão busca opções para a criticada defesa. Henrique, Victor Oliveira, Guilherme Mattis e João Felipe foram testados em diferentes formações, mas não convenceram. Recuperado de uma fratura do nariz, Marlon voltou a treinar a parte física e deve ser opção para o treinador em breve.

Clube inaugura bustos de Washington e Assis

Em clima de nostalgia, o Fluminense inaugurou ontem os bustos de Assis e Washington, nas Laranjeiras. A homenagem ao Casal 20 foi fruto de um financiamento coletivo com doações, que arrecadou o valor total de R$ 197.572.

Com a presença de Carlos Alberto Parreira, Carlos Alberto Torres, Ricardo Gomes, Paulo Victor e Romerito, o livro ‘Washington & Assis — Recordar é viver’, de Heitor D’Alincourt, Dhaniel Cohen e Carlos Santoro, foi lançado no Salão Nobre das Laranjeiras.

Fred reencontrou o ex-coordenador da Seleção,Carlos Alberto Parreira, e o presenteou com uma camisa 9 do Flu. O último encontro da dupla havia sido na despedida do Brasil na Copa do Mundo.