Mário Bittencourt esclarece acordo por suspensão de Michael: 'Ele participou'

Atacante vai ficar sem atuar até o fim de agosto devido a punição da Corte Arbitral do Esporte; atleta utilizou cocaína

Por O Dia

Rio - O atacante Michael, do Fluminense, vai ficar sem atuar até o dia 31 de agosto, devido a punição da Corte Arbitral do Esporte (CAS) devido ao uso de cocaína. O atleta foi pego após a partida contra o Resende, pelo returno do Carioca de 2013, na qual o Fluminense venceu por 2 a 0, com um gol seu.

Mário Bittencourt falou sobre acorto com a Corte Arbitral do EsporteDivulgação

O vice-presidente do Tricolor, Mario Bittencourt falou sobre o ocorrido. A pena ao atleta foi decidida por um acordo entre o clube carioca e a Corte. Segundo o dirigente, julgamento aconteceria nos próximos meses, mas o atleta corria risco de ser punido de maneira mais rigorosa.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

"O jogador segue sendo atleta do Flu, continuará presente no dia a dia. Vai ter um apoio maior nosso psicológico pelo tempo que ficará sem atuar. A pena base era de dois anos, mas conseguimos que ficasse suspenso até agosto. O jogador esteve presente e participou de toda a negociação e concordou com o acordo", afirmou.

Michael vai ficar sem atuar até o fim de agostoUanderson Fernandes / Agência O Dia

Michael já foi suspenso pelo STJD. Em setembro do mesmo ano, o jogador pegou 16 meses de suspensão, mas conseguiu reduzir a punição até a metade. Após disputar o Estadual de 2014 pelo Flu, marcando inclusive contra o Flamengo, o atleta foi emprestado e disputou o Brasileiro daquele ano pelo Madureira.