Ceará endurece o jogo por Magno Alves

Irritado com assédio, presidente do Vozão diz que Magnata não sai antes de dezembro

Por O Dia

Rio - Aos 39 anos, Magno Alves é mais uma vez alvo de disputa e discórdia entre Ceará e Fluminense. Com contrato até dezembro com o Vozão, o atacante encabeça a lista de reforços do Tricolor para a disputa do Brasileiro e da Copa do Brasil. Com o Ceará envolvido nas finais do Cearense e Copa do Nordeste, o presidente do clube, Evandro Leitão, não aceitou bem o interesse do Fluminense noo veterano ídolo e promete dificultar, e muito, a sua saída.

Magno Alves pode ter retorno ao Flu dificultado Divulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Ele tem contrato até o fim deste ano e já digo que o clube não libera o atleta para o Fluminense ou qualquer outro clube do futebol brasileiro”, disse Leitão à ‘Rádio Brasil’. Irritado, o dirigente disparou contra o vice de futebol tricolor, Mário Bittencourt: “Estamos nas finais de duas competições e tem dirigente do Fluminense dando declarações sobre atleta nosso. Isso não pode acontecer”.

Eliminado do Carioca, o Fluminense monitora o mercado em busca de reforços. Pouco aproveitado pelo Atlético-MG, o volante Pierre foi o primeiro nome anunciado para a sequência do ano. Com a transferência de Walter para o Atlético-PR, a diretoria prevê a contratação de pelo menos mais quatro jogadores: um zagueiro, um apoiador e dois atacantes.

Com poucos recursos para investir desde o fim da parceria com a Unimed, o Fluminense apostou reforços modestos no início de 2015: Victor Oliveira, João Felipe, Giovanni, Guilherme, Vinícius, Marlone e Lucas Gomes. No entanto, nenhum deles se firmou no processo lento de reformulação.