Fluminense bem longe da bola

Clube da Série A que menos atuou em 2015, Tricolor fica dois dias longe do campo após pífia atuação

Por O Dia

Rio - Após a desastrosa atuação contra o Atlético-MG, quando foi goleado por 4 a 1, uma folga na segunda-feira. Na terça, apenas os reservas em campo enquanto os titulares faziam musculação. Sem encontrar o melhor esquema tático e conseguir tirar o máximo de cada jogador, o Fluminense segue poupando seus jogadores. Com 19 partidas em 2015, o clube é o que menos atuou entre os 20 que disputam a Série A. O Internacional já atuou 30 vezes nessa temporada.

“Estamos tentando entender o que está acontecendo. Precisamos ajeitar a parte tática, defensiva e ofensiva porque a marcação começa lá do ataque. Em alguns jogos a nossa marcação não encaixa como foi contra o Atlético-MG”, admitiu o meia Jean.

Fluminense vive momento muito complicadoErnesto Carriço

O camisa 7 tricolor deixou claro que não está a vontade com a nova função, embora garanta que vai colaborar com o técnico Ricardo Drubscky.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Nunca atuei assim e estou sempre disposto a ajudar. Jamais falarei ao treinador que não quero, mas a partir do momento em que eu ver que não posso ajudar, conversarei. Estou com 28 anos e é difícil se adaptar a uma posição que você nunca jogou”, desabafou Jean, que atuou como um ponta esquerda contra o Galo.

Com a eliminação para o Botafogo no Campeonato Carioca, Ricardo Drubscky teve 28 dias para treinar o Fluminense em uma pré-temporada rara antes do Brasileirão, apesar disso até os jogadores admitem que o sistema tático implantado pelo treinador não deu certo.

“Estamos vendo qual é a melhor formação para o time. Não deu certo. Vamos começar a nos acertar taticamente”, disse, esperançoso, o volante Jean.

Resta saber se no sábado, mesmo com o time claudicante neste início do Campeonato Brasileiro, o treinador vai liberar o tradicional rachão.

Lateral fecha mesmo com problema

A novela envolvendo a contratação do lateral-esquerdo está perto do fim, mas com final feliz. Durante os exames, foi detectada uma anomalia no coração do jogador que estava no Cruzeiro.

No entanto, a doença não atrapalha a prática do futebol e o Fluminense resolveu bancar a contratação do jogador que deverá ser anunciada nos próximos dias. Ele disputará posição com Giovanni e Victor Oliveira, que pode ser improvisado no setor.