Para a crise ficar longe do Fluminense

Após troca no comando, Tricolor quer embalar em cima do maior rival

Por O Dia

Rio - Semana passada, a crise rondava as Laranjeiras. Ricardo Drubscky foi demitido e Enderson Moreira chegou. A melhora no empate com o Corinthians foi nítida e o moral voltou a crescer entre os tricolores. Nesta semana, a crise atravessou a cidade e estacionou no Ninho do Urubu, justamente o adversário de domingo, na quarta rodada do Brasileiro.

Fluminense se prepara para duelo contra o FlamengoNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

“Não podemos opinar, é um assunto deles. Temos que pensar na nossa casa. Tivemos uma mudança de treinador, e coisas diferentes acontecem. Jogadores que não estavam atuando se motivam. Acho que conseguimos fazer um bom jogo contra uma grande equipe. Era o que estávamos precisando. Estamos entrando no eixo e vamos tentar fazer um grande clássico”, afirmou o experiente zagueiro Antônio Carlos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

O defensor tricolor, que estreou na goleada sofrida para o Atlético-MG, admitiu que não foi bem, mas salientou a volta por cima no último jogo contra o Corinthians.

“Após a partida contra o Atlético Mineiro estava triste pelo resultado. Eu estava há muito tempo sem jogar. Todo mundo atuou mal. No último jogo já estava mais leve e deu tudo certo. Acho que ainda vai melhorar”, disse o zagueiro, que acredita no título.

“Uma equipe como o Fluminense tem que entrar pensando em títulos. Não podemos pensar só em disputar. As vitórias vindo, o torcedor vem e o estádio fica cheio”, completou.