Ronaldinho em dia de fazer história

R-10 reencontra o Grêmio em sua estreia pelo Flu pronto para encantar os torcedores

Por O Dia

Rio - O sonho de gravar o nome na história do Maracanã foi determinante na decisão de Ronaldinho Gaúcho de acertar com o Fluminense. No dia da aguardada estreia oficial, o camisa 10 reencontrará o Grêmio, clube que o revelou, neste sábado, às 18h30. Se a forma física não é a ideal, ele promete compensar com empenho e assumir a responsabilidade na ausência do capitão Fred, vetado pelos médicos. Foi assim desde sua apresentação. Com cinco dias de treino, R-10 convenceu Enderson Moreira de que pode jogar.

“Ele é, sem dúvida, um jogador extraclasse. Tanto no aspecto físico quanto no técnico. Claro que não está no ápice, mas sabemos que é privilegiado. Os primeiros 45 minutos são bem suportáveis. A partir daí, vamos ver. Não podemos extrapolar. Pelas avaliações, ele poderá fazer bem os 45 minutos. Além disso, é bônus”, disse Enderson.

Ronaldinho faz a sua estreia pelo Fluminense neste sábadoUanderson Fernandes

Lesão de Fred continua

No oitavo confronto de Ronaldinho com o Grêmio, o torcedor tricolor sonha com uma atuação de gala. Com apenas um gol no Maracanã, feito na goleada de 5 a 0 do Brasil sobre o Equador, pelas Eliminatórias da Copa de 2010, ele quer a retribuir a confiança.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Ontem, R-10 manteve seu ritual e deixou a sede sem tomar banho. Mas antes provou do que é capaz no treino de cobrança de falta, arrancando aplausos dos presentes nas Laranjeiras. Até ontem, 17 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Na ausência de Fred com suspeita de pubalgia, o camisa 9 não se recuperou do desconforto na coxa esquerda e foi vetado pelos médicos —, Ronaldinho deve assumir a função de falso centroavante. Sem ritmo, ele terá liberdade total. Com isso, Gerson deve preencher a brecha no meio de campo.

Adversário vê o craque em queda

Aos 17 anos, Ronaldinho pintou como uma das maiores revelações do Grêmio. O amor da torcida se converteu em mágoa após a litigiosa saída do jogador, em 2001, rumo ao PSG.

Em entrevista ao ‘Estúdio Gaúcha’, o presidente gremista, Romildo Bolzan, desdenhou do craque: “Minha posição é de indiferença. Respeito sua trajetória. Mas, do ponto de vista do futebol, acho que está encerrando a carreira.”

Enderson Moreira vai modificar a equipe do FluminenseCarlos Moraes

Enderson: 'Estamos buscando caminhos'

Pressionado por duas derrotas consecutivas, o técnico Enderson Moreira decidiu mudar. Além de barrar Gum e Antônio Carlos, ele, em treino fechado para a imprensa, na Urca, confirmou a estreia de Ronaldinho Gaúcho e prometeu uma equipe com surpresas contra o Grêmio.

O Dia: Como você avalia as mudanças na equipe e no planejamento para encarar o Grêmio ?

Enderson Moreira: Na verdade, acho que essa é a função do treinador. Tomar decisões, buscar novos caminhos. Foi uma semana boa de trabalho. Em jogos anteriores, conseguimos boas vitórias, mas não jogamos tão bem quanto nas derrotas. O campeonato é muito difícil.

O Dia: A lesão de Fred preocupa?

Enderson Moreira: Ele sentiu um problema no último jogo. É uma pubalgia e nós temos que ter muita atenção nessa semana. O departamento médico achou sensato que ele ficasse fora desse jogo.

O Dia: O que foi pesou na barração de Gum e Antônio Carlos?

Enderson Moreira: Temos ótimos zagueiros. Marlon saiu por uma injustiça, foi para a Seleção e seria interessante um descanso. Agora chegou o momento que achei que seria melhor. Estou avaliando.