Classificado, Fluminense que confirmar nova fase no Campeonato Brasileiro

Tricolor terá desfalques para o duelo contra a Santos na Vila

Por O Dia

Rio Grande do Sul - A suada classificação para a semifinal da Copa do Brasil selou o rito de passagem do Fluminense um momento de equilíbrio e longe da crise. Essa é a avaliação de Eduardo Baptista. Motivado pelo maior desafio da carreira à frente do Tricolor, o técnico espera explorar os acertos apresentados no empate de 1 a 1 com o Grêmio para superar o desfalque de cinco titulares — Wellington Silva, Léo Pelé, Cícero, Gustavo Scarpa e Fred — contra o embalado Santos, na Vila Belmiro, pelo Brasileiro.

Eduardo Baptista gostou da atuação do Flu contra o GrêmioDivulgação

“Minha função era despertar a equipe. Acho que despertamos. Sabemos como é difícil eliminar o Grêmio dentro da Arena. Soubemos neutralizar suas forças no segundo tempo. Todos foram muito empenhados, dedicados. Falei para eles: temos oito dias para mudar a história. Começamos a construir uma nova história”, disse Baptista.

O comandante tricolor esperava colher os frutos do encaixe da equipe já na sequência do Brasileiro. Entretanto, os desfalques se multiplicaram. Além de Cícero, Scarpa e Fred, suspensos, o técnico ainda não contará com a volta de Wellington Silva, que se recupera de uma lesão muscular, e também perdeu Léo Pelé. Vítima de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, o lateral-esquerdo não jogará mais este ano.

Às pressas, a comissão técnica convocou os laterais Breno e Ayrton, da equipe sub-20. A dupla seguiu para Porto Alegre com o lateral-direito Renato, o volante Edson e o atacante Wellington Paulista. Com um quebra-cabeças nas mãos, Baptista começará a desvendar o planos para o confronto com o Santos no treino de sexta à tarde, no CT do Parque Gigante, de propriedade do Internacional.