Em busca de espaço, Robert fala dos altos e baixos que viveu no Fluminense

Meia-atacante, que interrompeu a sequência de jogos devido a lesões, comemora gol em chance dada por Eduardo Bapstista

Por O Dia

Rio - Podemos afirmar que Robert já passou por situações boas e ruins nas Laranjeiras. Mas, apesar dos momentos tensos, por conta das lesões e problemas, o meia-atacante mantém o otimismo e comemorou bastante o gol feito da derrota do Fluminense por 3 a 1 para o Santos, no último domingo. 

"Acho que teve muitos acontecimentos, mas eu fiquei tranquilo, não estou com pressa. Quando as oportunidades vem, eu tenho que saber aproveitar, como foi no jogo do Santos, que eu estava sem jogar há um tempo, mas tive uma boa sequência nos treinos. Agora é bola pra frente e continuar trabalhando. Quero encerrar o ano bem, com as oportunidades dadas pelo Eduardo. Me concentrar ao máximo para ajudar bem o time na Copa do B rasil e nessa arrancada que podemos dar no Brasileiro", afirmou.

Robert faz balanço da sua carreira no FluminenseDivulgação

Questionado sobre uma vaga na equipe titular, Robert deixou a responsabilidade para cima de Eduardo Baptista:"Hoje ele só falou que a semana vai ser de muito trabalho. Esses dez dias vão servir para trabalhar o time bem, pra chegar bem no jogo. Quanto a titularidade, eu estou bem tranquilo, continuarei trabalhando".

Na última terça-feira foi sorteado os confrontos que decidirão a vaga para as semifinais da Copa do Brasil e o Fluminense mostrou que é um bom visitante, já que chegou a conquistar classificação jogando fora contra o Paysandu e Grêmio. Mas para Robert, o Palmeiras, próximo adversário do Tricolor, pode ser bastante periogo.

"Palmeiras é um time de muita qualidade, vimos isso no Maracanã (derrota por 4 a 1 pelo Brasileirão). E se dermos mole, vamos nos complicar. Temos qualidade e temos que entrar concentrados. Temos que fazer o que o técnico pedir, que tudo dará certo", finalizou.

Reportagem de Jéssica Rocha.