Eduardo Baptista estabelece meta para o time do Fluminense: 'Pensar na vitória'

Ainda de olho na classificação para a Libertadores a partir do Brasileirão, técnico mantém foco na partida contra o Cruzeiro

Por O Dia

Rio - Pensar grande. Esta tem sido a palavra de ordem no Fluminense. Após a boa vitória sobre o São Paulo, na quarta-feira, o Tricolor se prepara para encarar o Cruzeiro e nada mais interessa além de conquistar os três pontos no Mineirão.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

"Um empate não mudaria muito. Vamos tentar uma vitória. Claro que um empate contra o Cruzeiro no Mineirão não seria ruim, mas temos de pensar em vitória para ganhar confiança e pensar em algo mais", disse Eduardo Baptista.

A importância de uma vitória na próxima rodada do Brasileirão é grande: voltar a se aproximar do G-4 e sonhar com uma vaga na Libertadores através do campeonato. Justamente por isso, o técnico tricolor optou por seguir sem pensar no próximo confronto pela Copa do Brasil, contra o Palmeiras.

Eduardo Baptista falou sobre o confronto com o CruzeiroDivulgação

"Se depender apenas do Fluminense, eu acredito (no G-4). Há times oscilando na frente. Existe uma preocupação grande contra o Cruzeiro, além do horário. É um adversário pressionado e que precisa vencer. Só depois que vamos pensar no Palmeiras. Ainda temos um pensamento grande no Brasileiro", afirmou Eduardo.

Na preparação para o confronto crucial, o elenco foi a campo sob o forte sol do Rio, treinar nas Laranjeiras na manhã desta sexta-feira, realizar atividades técnicas, principalmente para aprimorar a cobrança de faltas e jogadas de bola parada.

Eduardo Baptista sinalizou uma possível alteração na equipe. A boa atuação de Vinícius na última partida pode ter aberto portas para que o meia seja titular neste fim de semana. A ausência de um lateral-esquerdo de origem favorece a entrada do jogador no time - Gustavo Scarpa seria deslocado para o setor.

"Desde que cheguei, a lateral esquerda é um problema. Temos de arrumar. Scarpa já fez a função e pode fazer. Abriria espaço para o Vinicius. Ou simplesmente colocar o Ayrton. Preciso esperar, ver a recuperação. Tanto Ayrton quanto Scarpa têm características ofensivas. Temos de pesar bem para ver o que faremos domingo", esclareceu o treinador.

As ausências nesta sexta-feira ficaram por conta de Jean, Marcos Junior e Magno Alves, que realizaram trabalho específico na academia.

Ao fim das atividades, Fred permaneceu no campo praticando cobrança de pênaltis, enquanto Gustavo Scarpa aprimorava as faltas. A relação entre o veterano e os jovens jogadores, assim como meia, foi motivo de elogio de Eduardo.

"É importante essa relação fraternal, de proteção, de bronca. Inteligentes os jovens que escutarem os conselhos. Se fosse eu, seria só ouvidos. É um cara que ganhou tudo e é altamente profissional", concluiu.

O Fluminense encara o Cruzeiro neste domingo, às 11h, no Mineirão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, com 40 pontos, é o 11º colocado na tabela da competição.