Árbitro coloca xingamentos do presidente do Fluminense na súmula

Leandro Vuaden marcou um pênalti contestado pelo cartola

Por O Dia

Rio - As reclamações do Presidente do Fluminense, Peter Siemsen, e do Vice de Futebol do Tricolor, Mário Bittencourt, foram relatadas na súmula da partida diante do Palmeiras, válida pela Copa do Brasil. A bronca dos cartolas, após o jogo, foi com a marcação de um pênalti, pelo árbitro Leandro Vuaden, contra o clube carioca.


"No momento do acesso à zona mista, escoltados pelo policiamento, após o termino do jogo, o senhor Peter Siemsen, presidente do Fluminense Football Club, veio em minha direção proferindo aos gritos as seguintes palavras: "Safado, ladrão, pilantra, seu filho da p.., fazedor de resultado. Você apita para os ricos. Eu te conheço de outros tempos, você é a vergonha da arbitragem." Informo ainda que o citado veio correndo em minha direção, sendo contido pelo policiamento.", relatou Vuaden. Sobre Mário Bittencourt, o árbitro também ouviu xingamentos.


"No que ingressávamos no vestiário, identificamos o senhor Mário Bittencourt, vice-presidente de futebol do Fluminense Football Club, que proferiu as seguinte palavras: "Safado, ladrão, filho da p.., pode colocar na súmula, você veio f... o Fluminense.", O mesmo foi contido pelo policiamento".


Caso sejam denunciados pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, os dirigentes podem pegar de 15 a 90 dias, e multados entre R$ 100 e R$ 100 mil.

Súmula Fluminense x PalmeirasReprodução