Gustavo Scarpa se divide entre sucesso individual e lamento pelo lado coletivo

Meia-atacante faz balanço da temporada do Fluminense

Por O Dia

Rio - Gustavo Scarpa não tem do que reclamar de 2015. O meia-atacante se firmou no Fluminense e foi convocado para a seleção olímpica. Porém, a temporada tricolor deixou a desejar. Este é o balanço que ele fez, nesta quinta-feira, nas Laranjeiras.

Gustavo Scarpa se firmou no Fluminense em 2015Nelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

"Individualmente, foi o melhor ano para mim. Consegui realizar meus sonhos: renovei meu contrato e me firmei... No aspecto coletivo, deixamos a desejar, poderíamos ter conseguido algo melhor. Infelizmente não deu. Agora é levantar a cabeça e planejar um 2016 melhor", declarou Scarpa, que ainda acrescentou:

"Foi meu segundo ano de profissional. Consegui realizar meus sonhos. Estou deixando de ser uma promessa. Se eu continuar nessa pegada, posso melhorar em 2016. Espero começar jogando e disputar a Olimpíada. Até de zagueiro estou disponível, o que importa é jogar."

Sem ter o que aspirar no Brasileiro, o Fluminense tem mais dois jogos para cumprir tabela - o próximo é contra o Internacional, neste sábado, no Maracanã. Scarpa sabe que é difícil convocar a torcida.

"Não tem um motivo especial para motivar o torcedor. A situação ficou complicada. Deixamos a desejar, mas vamos entrar para vencer. Acreditamos que a torcida possa comparecer", disse.