Vice do Flu diz que filha foi ameaçada de sequestro se clube não entregar jogo

Rebaixamento do Vasco depende de resultado de partida do Fluminense e levou torcedor tricolor a ameaçar dirigente

Por O Dia

Rio - O vice-presidente de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, disse nesta terça-feira em entrevista coletiva nas Laranjeiras que recebeu uma ameaça de sequestro da filha caso a equipe não entregue a partida para o Figueirense, domingo. Se o Fluminense perder para o time catarinense em Florianópolis, o Vasco será rebaixado.

Mário Bittencourt falou que a sua filha foi ameaçadaDivulgação

"Foi uma ameaça via internet. Publicaram uma foto minha com minha filha e uma ameaça de sequestro. Como advogado, já tomei as medidas. Estou registrando a ocorrência e quem fez terá que responder. Dizia que minha filha deveria ser sequestrada... uma coisa lamentável. A rede social está adoecendo as pessoas", disse Bittencourt.

"Sei que ocupo um cargo de exposição, mas isso é um absurdo. E fica o recado. Temos tantos problemas no Brasil, como o que aconteceu em Mariana... em vez de mobilizar para ajudar, se mobiliza para tentar prejudicar alguém", completou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

O Fluminense já está livre da ameaça de rebaixamento e não tem chances de chegar ao G4. Sem pretensões, vai a campo com um time de jovens. Ainda assim, Bittencourt assegura que não há a mínima chance de o Fluminense entrar em campo com menos vontade de vencer o jogo.

"Seria ruim para o Rio ter o Vasco rebaixado. Não somos inimigos, somos adversários no campo", disse.