Fluminense em clima de descontração

Tricolor antecipa férias e terá mistão contra o Figueirense

Por O Dia

Rio - No Fluminense, nove jogadores já aproveitam o período de férias. Os 11 escolhidos para representar o mistão escalado para enfrentar hoje o Figueirense, às 17h, no Orlando Scarpelli, jogarão sob os holofotes dos torcedores dos times envolvidos na dramática luta contra o rebaixamento, entre eles o próprio Figueira, com 57% de risco. Uma vitória em Florianópolis seria de grande ajuda para o arquirrival Vasco, com 88% de risco de cair.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Mas a preocupação de Eduardo Baptista é com a situação do Tricolor. O técnico bancou a decisão de liberar os titulares que não julga 100% fisicamente. É o caso de Diego Cavalieri, que, desgastado, ficará no banco de reservas para a entrada de Júlio César. Marlon, que se recupera de uma tendinite no joelho direito, ainda é dúvida. De sobreaviso, Artur deve estrear após sete meses de espera.

Scarpa brinca com Cavalieiri%3A o meia virou goleiro em animado rachão dos jogadores Bruno Haddad/Fluminense F.C./Divulgação

Ao eximir os comandados de responsabilidade no rebaixamento de qualquer concorrente, o Fluminense viveu um dia de descontração no último treino do ano. Nesse clima, Gustavo Scarpa trocou de lugar com Cavalieri e foi o goleiro do rachão que contou com apenas 22 jogadores. Gum, Henrique, Antônio Carlos, Breno Lopes, João Filipe, Renato e Rafinha foram dispensados da atividade, decisão que pode ser um indício do planejamento para 2016.

Eduardo Baptista garante que 70% do elenco estão montados para 2016, mas aguarda a chegada de reforços pontuais para o início da próxima temporada. “Um dos planos ao chegar era montar uma equipe para o ano que vem. Esses meninos que eram apostas hoje são realidade. A gente precisa de peças pontuais”, disse o treinador ao ‘Seleção SporTV’.