Por fabio.klotz

Estados Unidos - Léo Pelé não chama atenção apenas pelo talento. A dedicação do jovem lateral-esquerdo de 19 anos é um trunfo numa carreira que se desenha promissora. A superação faz parte da vida dele. O episódio em que atuou por um tempo com uma fratura no pé esquerdo (no duelo com o Grêmio, ano passado, pela Copa do Brasil) mostra a vontade de vencer com a camisa tricolor.

Léo Pelé ri à toa%3A ele está pronto para brilhar em 2016Nelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

A contusão aconteceu no momento em que Léo Pelé se firmava no profissional como titular: "Foi bastante difícil, bastante difícil. Estava vindo bem, focado, buscando espaço. Eu me derramei em lágrimas quando cheguei ao hotel, porque parecia que era um futuro que estava indo por água abaixo. Mas o treinador chegou em mim, deu conselho, Diego Cavalieri, Fred, os garotos de Xerém. Eles me deram força, consegui superar e consegui uma recuperação maravilhosa", declarou o lateral-esquerdo.

Léo Pelé mostrou mais uma virtude: a superação. A expectativa era a de que ele voltasse a atuar apenas neste ano. Porém, ele contrariou a previsão e entrou em campo na penúltima rodada do Brasileiro de 2015. A contusão faz parte do passado.

"Estou zerado, sinto mais nada no pé, só buscar a parte física para fazer uma boa temporada. No começo também pensava que tinha perdido tempo e espaço. Mas tudo tem momento certo, hora certa. Procurei me concentrar para me destacar em 2016 com uma boa temporada", afirma.

O lateral-esquerdo começa o ano como titular do Fluminense, com Giovanni e Ayrton como sombras.

"É bacana essa disputa porque todo dia tem que matar um leão, são jogadores qualificados. Tenho que me manter focado para buscar espaço", encerra Léo Pelé.

Você pode gostar