Por pedro.logato

Estados Unidos - Um dos jogadores mais antigos do elenco do Fluminense, Gum vive um dos momentos de maior dificuldade desde que chegou às Laranjeiras em 2009. Bastante criticado pela torcida no ano passado, a permanência do Guerreiro Tricolor nesta temporada foi considerada incerta. Apesar disso, o atleta continuou e permaneceu no grupo que realizou treinamentos na Flórida. Após o fim da pré-temporada, o defensor avalia como positivo o período nos Estados Unidos e mostra confiança em um bom ano com a camisa tricolor.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Gum não demonstrou medo da concorrênciaNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"Estou muito satisfeito porque este ano eu pude fazer a pré-temporada. Estou muito focado e feliz por estar no Fluminense por mais uma temporada. Estou me preparando para ser o meu melhor ano de todos que passei dentro do Fluminense. Estou feliz porque também tenho recebido muito carinho dos torcedores, demonstrando confiança no meu trabalho e com certeza irei corresponder a isso tudo. Só estou pensando no Fluminense, em ajudar o clube a fazer um grande ano. O time foi reforçado, estamos com um elenco forte, em condição de brigar por títulos", disse.

Titular nos dois amistosos do Fluminense contra o Shakhtar Donetsk e contra o Internacional, Gum vai enfrentar muita concorrência na posição em 2016. Além do companheiro de zaga, Marlon, o Tricolor contratou a peso de ouro, Henrique, ex-Napoli e que disputou a última Copa do Mundo pelo Brasil, e Renato Chaves da Ponte Preta. O zagueiro fez elogios aos novos reforços e afirmou que o Tricolor é que vai ganhar com a qualificação no elenco.

"Vai ser uma briga boa, sadia. São jogadores de muita qualidade e sei que o Fluminense só tem a ganhar por conta disso. Ao longo da temporada teremos cartões, lesões, então precisamos ter jogadores de qualidade em todos os setores para manter o nível. Quem ganha título é o grupo, não um atleta sozinho. Claro que alguns jogadores podem se sobressair, mas precisamos de um elenco forte para suportar a quantidade de jogos e as várias competições que teremos pela frente", concluiu.

Você pode gostar