Fred, o destruidor de recordes

De ídolo à lenda, capitão é o quarto maior artilheiro do Flu (164 gols). E quer mais

Por O Dia

Rio - Ídolo do Fluminense, Fred caminha a passos largos para se tornar uma lenda nas Laranjeiras. Com os dois gols feitos no Bonsucesso, ele alcançou Telê Santana e já é o quarto maior artilheiro da história do clube, com 164 — está a um de igualar Hércules, na terceira posição.

Fred está em sua oitava temporada pelo Fluminense e tem média de 23 gols por ano. Se mantê-la até o fim do ano, irá se igualar a Orlando Pingo de Ouro, que comemorou 184 vezes pelo Tricolor. Ainda assim, o atacante vai ter que comer muito arroz com feijão para chegar em Waldo, que marcou 319 vezes.

Fred já está na história do FluminenseAndré Mourão

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

“Estou muito feliz por mais esta marca. Quero agradecer a todos os companheiros que ajudaram com passes e determinação dentro de campo, diretoria, comissão técnica e, principalmente, a nossa torcida, pelo apoio do início ao fim. Espero que eu possa fazer mais gols ainda e que eles sejam decisivos para que a gente conquiste mais títulos”, disse o capitão, ao site oficial do clube.

Para chegar ao topo da lista com a média que tem hoje, Fred precisará jogar mais seis temporadas e meia pelo Fluminense, missão quase impossível para um atacante comum, mas não para o ídolo tricolor. Os companheiros prometem ajudar Fred e aproveitam as facilidades de jogar com o camisa 9, um dos maiores centroavantes do Brasil.

“É muito bom chegar na linha de fundo e ter um jogador como ele dentro da área.Ele sempre fala para a gente: ‘Joga a bola na área que eu vou estar lá’. E nós temos essa certeza que, se a bola estiver lá, ele vai marcar. Dá confiança ter um cara como ele”, afirmou o lateral Giovanni.