Por edsel.britto
Rio - Com uma atuação segura e convincente, o Fluminense não tomou conhecimento do Tigres e venceu por 4 a 0 a equipe de Xerém neste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O principal nome da partida foi Diego Souza. Além de marcar o seu gol, o camisa 10 Tricolor ainda serviu para mais dois tentos, de Osvaldo e Henrique. Cícero, com uma bela bicicleta, abriu caminho para o triunfo.
A vitória recupera o Fluminense na tabela, que chega a sete pontos e ocupa a quarta colocação do grupo A. No próximo domingo, o Tricolor tem o clássico contra o Flamengo pela frente, às 19h30, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Antes, o Flu pega o Cruzeiro, na quarta-feira, pela Primeira Liga.

Já o Tigres segue sem pontuar no Carioca e está em 7º no grupo B. No sábado, a equipe de Xerém enfrenta o Vasco, às 19h30, em Los Larios.

Diego Souza foi o principal nome da goleada do Fluminense sobre o TigresMailson Santana/Fluminense F.C./Divulgação

O JOGO

Publicidade
Precisando de uma boa apresentação e da vitória para aliviar a pressão e recuperar a confiança, o Fluminense desde o primeiro minuto mostrou que ia com tudo para cima dos Tigres. E a pressão Tricolor não tardou para funcionar. Aos 6, Marcos Junior cruzou da esquerda para Fred desviar e achar Cícero sozinho na pequena área, que matou no peito e enxaicou uma bicicleta para abrir o placar em Volta Redonda.
Apesar da vantagem no palcar e o domínio na partida, a torcida que foi até o Raulino Oliveira não estava satisfeita com a equipe e algumas vaias foram ouvidas nas arquibancadas, que só cessaram aos 14, quando Marcos Junior fez bela jogada pela esquerda e serviu Scarpa dentro da área para o meia chutar e exigir boa defesa de Renan. Na sequência, Diego Souza fez bela tabela com Fred e já dentro da área, tirou demais do goleiro e carimbou a trave perdendo uma chance incrível de ampliar.
Publicidade
O domínio Tricolor em campo continuou, porém sem ser muito agressivo e sem muita criatividade. Fred era o jogador mais ativo no ataque e aos 27, teve a chance de deixar o seu, mas sua cabeçada parou nas mãos de Renan. O Tigres se limitava a defender e somente aos 41 veio a primeira finalização da equipe de Xerém, porém sem muito perigo a Diego Cavalieri.
O segundo tempo seguiu o retrato do primeiro: Flu dominando e Tigres buscando uma bola no contra-ataque. Tentando ser mais agressivo, o Fluminense logo aos 2 já criou a primeira chance com Wellington Silva, porém o lateral chutou sem direção na hora de finalizar. Mas não demorou muito e o Tricolor conseguiu ampliar a vantagem. Aos 10, Scarpa cobrou escanteio e achou Diego Souza livre para cabecear sem chances para Renan: 2 a 0.
Publicidade
Com o segundo gol, o Tigres resolveu desfazer a retranca e partir para o ataque tentando diminuir o prejuízo. Aos 17, Fabiano Oliveira fez uma jogada nota 10 na entrada da área limpando toda a zaga do Fluminense e servindo para Alex, que na hora da finalização desandou a jogada e tirou nota 0 no chute, jogando na lua.
Tranquilo e com total domínio da partida, o Fluminense adminstrava o resultado e chegava tocando com calma. Aos 23, o Tricolor novamente chegou de vez. Em bela trama pela direita, Diego Souza tabelou com Fred e em posição ilegal serviu para Osvaldo apenas empurrar para o fundo da rede. Com o jogo sob controle, o Flu armava o ataque quando queria e aos 35, mais vez o camisa 10 das Laranjeiras foi decisivo. Após falta cobrada por ele para a área, Henrique apareceu no por trás da zaga e escorou para fazer o quarto gol.
Publicidade
Tendo a partida na mão e decidida, o Fluminense apenas administrou a vantagem nos últimos minutos e garantiu uma vitória com boa atuação e trouxe tranquilidade e alívio para o pressionado Eduardo Baptista.
FICHA TÉCNICA
Publicidade
FLUMINENSE 4x0 TIGRES
Estádio: Raulino de Oliveira
Público e Renda: 799 pagantes/1.237 presentes/ R$ 11.000,00
Árbitro: Maurício Machado Júnior
Gols: Cícero (Fluminense, aos 6' do 1ºT), Diego Souza (Fluminense, aos 10' do 2ºT), Osvaldo (Fluminense, aos 23' do 2ºT), Henrique (Fluminense, aos 35' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Rodrigo Sam, Gabriel, Fabiano Oliveira (Tigres) e Marlon (Fluminense)
Cartões Vermelho:
Publicidade
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Marlon e Giovanni; Pierre (Douglas, aos 38' do 2ºT) e Cícero; Gustavo Scarpa (Osvaldo, aos 13' do 2ºT), Diego Souza e Marcos Junior (Danielzinho, aos 19' do 2ºT); Fred. Técnico: Eduardo Baptista
TIGRES: Renan, Alex, Sergio Raphael, Rodrigo Sam e Lucas Fernandes (Lucão, aos 29' do 2°T); Gabriel (Lucas Willian, aos 21' do 2ºT), Léo Bartholo, Diogo Sodré e Giovanni; Kelvy e Fabiano Oliveira. Técnico: Marcelo Cabo