Eduardo Baptista admite aumento da pressão mas diz querer continuar no Flu

Treinador está bastante pressionado após nova derrota

Por O Dia

Espírito Santo - A derrota para o Botafogo deixou o Fluminense em situação ainda mais complicada no Carioca. Apesar de figurar no G-4 da competição, o Tricolor não consegue ter uma sequência de vitórias e trazer confiança a sua torcida. Em entrevista coletiva, Eduardo Baptista admitiu a má atuação contra o rival de General Severiano.

Eduardo Baptista está muito pressionado no FluminenseNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

FOTOGALERIA: Botafogo derrota Flu, se classifica e aumenta crise no rival

"Nós não estamos felizes. O momento é complicado. Não tivemos uma boa atuação, mas vamos seguir lutando. Estamos vivos na luta pela classificação e temos que pensar nisso primeiro", disse.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

O resultado negativo trouxe mais pressão para o treinador Eduardo Baptista. Perguntado sobre uma possível demissão, ele afirmou que não vai abandonar o barco.

"Eu não penso nisso. Penso no melhor da equipe. Como sou o treinador tenho que continuar trabalhando. Temos uma semana para trabalhar e tentar melhorar a situação", concluiu.