Por pedro.logato

Rio - A noite era de festa na sede das Laranjeiras em razão da apresentação do novo uniforme do Fluminense, mas só se falava em outro assunto: o técnico Levir Culpi. A diretoria anunciou ontem a contratação do treinador, que estava sem clube desde novembro, quando não renovou o vínculo com o Atlético-MG. O novo comandante vai assistir ao jogo com o América, amanhã, e será apresentado provavelmente na segunda-feira, dia em que deve iniciar os trabalhos.

Levir Culpi foi anunciado como novo técnico do FluDivulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Uma semana depois de demitir Eduardo Baptista por conta do fraco desempenho no Brasileiro de 2015 e, principalmente, no início desta temporada, a diretoria acertou com Levir. A outra opção era Cuca, que, irritado ao saber que a diretoria do clube também conversava com Levir, encerrou as negociações.

O novo treinador chega ao Fluminense com a responsabilidade de fazer o time render o esperado após as caras contratações de Henrique e Diego Souza, as principais para a temporada de 2016.

Desde o começo das negociações, o nome do treinador paranaense era o preferido do presidente Peter Siemsen, mas a pedida salarial inicial assustou e o Tricolor chegou a iniciar as conversas com Cuca, favorito da torcida.
Com a desistência de Cuca, o caminho ficou livre para o acerto com Levir. Ontem, foram definidos todos os detalhes e clube e técnico chegaram a um acordo financeiro. Com o habitual bom humor, Levir mandou uma mensagem para os tricolores.

“Torcedores, preparem suas caixinhas de remédio. Estou levando a minha. Vamos ter emoções, fortes emoções. Espero encontrá-los em breve. Estou feliz e motivado. Um abraço”, disse, Levir, que, em 2003, levou o Botafogo de volta à Série A do Brasileiro. Depois, passou pelo futebol japonês, Atlético-PR, Cruzeiro, São Caetano e Atlético-MG, onde substituiu Cuca e levou o time à Libertadores.

Você pode gostar