De volta ao time titular, Marlon quer fazer 'jogo da vida' contra o Vasco

Clássico define o campeão da Taça Guanabara

Por O Dia

Rio - Já em Manaus, o Fluminense encerrou sua preparação para o clássico decisivo contra o Vasco. O zagueiro Henrique sentiu um incômodo na coxa esquerda e não concluiu as atividades com os companheiros. O departamento médico tricolor informou que o caso não preocupa. Possível companheiro de Henrique, o zagueiro Marlon comemorou o retorno à equipe.

Marlon torce por boa apresentação no clássico de domingoNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"É uma decisão. Como se fosse o jogo mais importante da vida. Espero poder sair vitorioso e da melhor maneira possível. Tive um começo de ano razoável, não nas melhores condições. Espero que possa melhorar. Quem sabe tenha sequência a partir do jogo de amanhã. Caso a tenha, espero manter a regularidade. Tomara que a volta seja boa. O ano, até agora, meu ano é razoável. Tenho de melhorar", disse.

Sobre o Vasco, o defensor tricolor pediu atenção nos adversários. Marlon não acredita que Nenê, atual ídolo da torcida vascaína, seja a única arma perigosa do Cruzmaltino.

"A atenção não é apenas no Nenê. Tem de ser em todo o time do Vasco, uma equipe qualificada. A gente sabe que o jogo vai ser difícil. Espero que a gente possa suportar bem e sair com a vitória", falou. 

O Fluminense enfrenta o Vasco, neste domingo, às 16h, na Arena Amazônia, na busca pelo título da Taça Guanabara. O Tricolor ocupa a primeira posição da tabela, com os mesmos 14 pontos que o Cruzmaltino, que aparece logo atrás devido ao saldo de gols. Um empate garante o Flu na liderança, já para o adversário somente a vitória interessa.