Fluminense abre vantagem, leva virada, mas busca empate com a Ferroviária

Time pode empatar sem gols para avançar na Copa do Brasil

Por O Dia

São Paulo - A noite estava perfeita para o Fluminense: Fred havia encerrado o jejum com dois gols e a partida de volta pela segunda fase da Copa do Brasil parecia eliminada. No entanto, a valente Ferroviária aproveitou-se das falhas do setor defensivo do Tricolor e conseguiu uma reação improvável com um jogador a menos.

O empate em 3 a 3, em Araraquara, deixou o time das Laranjeiras a uma vitória simples da classificação. Um empate sem gols também leva o clube carioca para a próxima fase.

Fluminense empatou com a FerroviáriaNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

O JOGO

Os donos da casa mostraram desde o início que não ficariam retrancados. Com uma marcação adiantada, eles dificultaram a vida do Tricolor, mas quando a bola bateu no braço do zagueiro Alex Silva e o juiz assinalou penalidade, o panorama se modificou.

Com categoria, Fred cobrou, aos 16, e acabou com o jejum que já durava 10 jogos. O camisa 9 ainda não tinha matado sua sede de gols e, 13 minutos depois, aproveitou cruzamento perfeito de Scarpa, da esquerda e, de peito, fez 2 a 0.

O placar era o que o Fluminense precisava para eliminar a partida de volta e ele pareceu mais consolidado ainda quando o goleiro Rodolfo foi expulso, após dar entrada dura em Pierre fora da área.

Com a classificação encaminhada, o Tricolor sofreu um apagão, principalmente na defesa. O jogo, então, sofreu uma nova transformação, desta vez, a favor dos donos da casa. Aos 39, Thallysson desperdiçou um pênalti.

Três minutos depois, Luan aproveitou cobrança de escanteio e diminuiu o placar. Em seguida, Wescley fez bela jogada pela direita e Tiago Marques deixou tudo igual ainda antes do intervalo.

O cochilo irritou Levir, que fez duas mudanças: Gerson deu lugar a Douglas e Osvaldo a Marcos Junior. Não adiantou e mesmo com um jogador a menos, a Ferroviária virou logo aos cinco, em linda jogada de Tiago Marques, que deixou Henrique e Gum para trás.

Desesperado com a virada sofrida, o técnico tricolor tirou Pierre e lançou Magno Alves. Aos 29, o artilheiro de 40 anos marcou de cabeça e deixou o placar em 3 a 3. A partida de volta não foi eliminada, mas, com o empate, o Fluminense joga por uma vitória simples para avançar.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 3 X 3 FLUMINENSE

Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Assistentes: Vanderson Antônio Zanotti (ES) e Victor Hugo dos Santos (PR)
Renda/Público: ND.

Cartões amarelos: Thallysson e Alex Silva (FER); Pierre (FLU).
Cartão vermelho: Rodolfo (FER)

Gols: Fred (0-1, 16'/1ºT e 0-2, 29'/1ºT), Luan (1-2, 43'/1ºT), Tiago Marques (2-2, 47'/1ºT e 3-2, 5'/2ºT) e Magno Alves (29'/2ºT).

FERROVIÁRIA: Rodolfo, Alex Silva, Luan, Marcão e Thallyson; Juninho, Daniel, Wescley (Kaio, 28'/2ºT) e Rafael Miranda; João Paulo (Alexandre Cajuru, 33/1ºT) e Tiago Marques (Caique, 22'/2ºT) - Técnico: Antonio Picoli.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre (Magno Alves, 17/2ºT), Cícero, Osvaldo (Marcos Junior, Intervalo), Gerson (Douglas, Intervalo) e Gustavo Scarpa; Fred - Técnico: Levir Culpi.