Autor do gol de empate, Magno Alves lamenta atuação contra a Ferroviária

Atacante do Fluminense destaca que falha foi coletiva e pede foco para o jogo de volta: 'Trabalhar para dar a volta por cima'

Por O Dia

Rio - O Fluminense precisou suar a camisa para não sair de Araraquara com um resultado complicado, na partida diante da Ferroviária, válida pela segunda fase da Copa do Brasil. O caminho parecia tranquilo: Fred desencantou, o placar era confortável e o jogo de volta quase foi eliminado - já que o Tricolor chegou a abrir uma vantagem de dois gols no placar. Mas, os donos da casa surpreenderam a equipe das Laranjeiras e, mesmo com um jogador a menos, viraram o jogo. Já no segundo tempo, Magno Alves saiu do banco de reservas para marcar o gol de empate e deixar o Flu a uma vitória simples da classificação - um empate com gols também leva os cariocas para a próxima fase. 

"Infelizmente deixamos muito a desejar neste jogo. Fico feliz por ter marcado mais um gol, mas o que eu queria de verdade era ver o nosso time saindo vitorioso, de cabeça erguida. Fica para semana que vem. Temos de juntar os nossos cacos, trabalhar e dar a volta por cima. Da forma como ocorreu, não adianta procurar um culpado ou justificativa. A equipe toda foi mal", disse o veterano atacante do Flu. 

Magno Alves ainda destacou a importância de Fred voltar a balançar a rede, depois de dez jogos sem marcar.

"Sem dúvida sai um peso enorme das costas do Fred. É um alívio para um artilheiro quando isso acontece. Pena que o resultado não foi bom. Atacante vive de gols e tenho certeza que daqui para frente ele vai melhorar e voltar a ser jogador que todos conhecemos", concluiu.