Flu busca soluções para voltar a vencer

Levir e os jogadores tentam encontrar os motivos que levaram o time a cair tanto nas últimas partidas

Por O Dia

Rio - A notória queda de rendimento do Fluminense após o título da Primeira Liga não está intrigando apenas a torcida tricolor. Levir Culpi e jogadores seguem à caça dos motivos que provocaram a mudança na postura do time durante as partidas e esperam encontrar a solução para que tanto no jogo de volta contra a Ferroviária, pela Copa do Brasil, quanto no Brasileiro a atitude da equipe seja a mesma do período em que permaneceu invicta.
Enquanto justificativas para a transformação de um time envolvente e criativo num apático não aparecem, o elenco promete dobrar os esforços para que os bons resultados retornem o mais rapidamente possível.

Fluminense vive momento de oscilação Nelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

“Estávamos conversando entre nós, e realmente é difícil entender essa queda de produção. Acho que o time vinha jogando bem, fomos campeões da Primeira Liga, mas caímos nestes últimos dois jogos e não podemos mais dar bobeira. Temos que treinar mais, dar a nossa vida em campo”, analisou Wellington Silva.

O lateral foi um dos que mais caíram de produção nas últimas duas partidas. Apesar do cruzamento para o gol de empate de Magno Alves contra a Ferroviária, ele deixou muitos espaços no lado esquerdo, por onde o adversário criou a jogada de dois gols.

Desde que chegou, Levir decidiu improvisar Wellington na esquerda e ele vinha tendo boas atuações, mas não conseguiu mantê-las. A posição, por sinal, é uma das que mais necessitam de reforços. O presidente Peter Siemsen já revelou que o Fluminense procura jogadores para o setor visando à sequência da temporada.

A diretoria também busca um meia criativo para tentar suprir a saída precoce e inesperada de Diego Souza, que retornou ao Sport em março.

Na reserva, Marlon já negocia para sair

Reserva desde a chegada de Levir Culpi, o zagueiro Marlon deve deixar o Tricolor em breve. O empresário do jogador, de 20 anos, reuniu-se com a diretoria nesta semana e comunicou o interesse do atleta em ser negociado com um time do exterior.

Por conta da saída da equipe titular, Marlon está cada vez mais distante do sonho de disputar a Olimpíada, em agosto. No início da temporada, o zagueiro vinha formando dupla com Henrique na equipe principal do Tricolor, mas seu desempenho foi irregular e o setor defensivo sofreu duras críticas pelo excesso de gols sofridos. Quando Levir assumiu, o trocou por Gum.