No Flu, o ataque é a melhor defesa

Cauteloso, Levir protege a zaga e isola Fred na frente para vencer o Palmeiras e ficar no G-4

Por O Dia

Rio - O Fluminense aposta na cautela para conseguir trazer pontos na bagagem após o confronto com o Palmeiras, às 21h45, em São Paulo, pela terceira rodada do Brasileirão. Para se manter no G4, Levir Culpi escalará um time com mais proteção à zaga e apenas Fred como atacante de ofício.

O retrospecto contra o Alviverde fora de casa não é dos melhores. Foram apenas 11 vitórias em 34 partidas disputadas, mas, apesar de o Tricolor ter sido eliminado na semifinal da Copa do Brasil pelos adversários de hoje à noite, o clima nas Laranjeiras não é de revanche.

Fluminense muda o esquema contra o PalmeirasMailson Santana / Fluminense F.C. / Divulgação

“Não acredito que haja esse sentimento. Acompanhei o confronto pela TV. Poderíamos ter vencido no tempo normal e nos pênaltis. Fred jogou no sacrifício, se ele estivesse nas melhores condições teria matado o jogo nas oportunidades que teve. Já se passou muito tempo, outros jogadores, outra motivação, temos outro treinador”, afirmou o lateral Jonathan.

Para evitar mais uma derrota para o Palmeiras em São Paulo, Levir utilizará uma formação mais cautelosa. Edson ganhou a vaga do atacante Richarlison e Cícero ganhará mais liberdade para ajudar Gustavo Scarpa e Osvaldo a criarem jogadas para a definição de Fred. O capitão será o único jogador de frente pelo lado do Fluminense.

Embora a formação seja mais ofensiva, os tricolores confiam que o time poderá sair da Arena Palmeiras com mais três pontos na conta.

“Acho que pode dar certo, sim. Edson jogou duas partidas consecutivas. Ele tem qualidade, sabe fazer gols. Cícero joga mais adiantado, isso é bom. É alto, opção ao cruzamento. Não acho que é uma formação defensiva. Edson ataca, Cícero fica mais perto do gol. Temos chances de fazer bom jogo”, concluiu Jonathan.