Por sarah.borborema

Rio - O Fluminense não conseguiu superar o Palmeiras e saiu de São Paulo com a derrota, por 2 a 0. Na hora de analisar a apresentação da equipe, o técnico Levir Culpi falou em equilíbrio na partida e lamentou as chances perdidas pelo Tricolor. Mas, não foram só as finalizações que deram dor de cabeça ao treinador, a bola parada também desagradou o comandante.

"Me chateou muito. Por mais que se treine, não tem o domínio da situação. É a jogada mais difícil da partida. Nosso time é muito bom, tem jogadores altos e que cabeceiam bem. Estávamos preparados, mas isso deixou a desejar. A nossa bola parada é melhor, mas eles foram mais eficientes", disse.

Apesar do placar, Levir Culpi não viu superioridade por parte do rival. O técnico tricolor destacou a postura da equipe e lamentou as chances perdidas.

"Nós tivemos ótimas oportunidades e a bola não entrou. Isso é normal, acontece. A gente criou. O jogo foi muito igual. Não foi muito superior. Nada que possa demonstrar uma ausência de capacidade física. Todo mundo correu legal. O time teve postura legal, não foi inferior. Tivemos momentos de domínio. As chances foram claríssimas", falou.

Na próxima rodada o Fluminense terá o clássico diante do Botafogo. O duelo acontece neste domingo, às 16h.

Você pode gostar