Especulado no futebol europeu, Scarpa viaja à Itália para tirar seu passaporte

Documento faz com que o apoiador não seja considerado estrangeiro, caso acerte com algum clube do Velho Continente

Por O Dia

Rio - Um dos ídolos recentes do Fluminense e entre os melhores jogadores do clube na atualidade, Gustavo Scarpa deu passo importante para facilitar sua transferência para a Europa. O meia aproveitou os dois dias de folga após o empate com a Chapecoense para ir a Itália tirar o passaporte comunitário, documento que faz com que ele não seja considerado estrangeiro caso seja contratado por um clube do Velho Continente.

Gustavo Scarpa é cobiçado por clubes europeusNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

O jogador de 22 anos, destaque do Fluminense na temporada, já foi sondado por times europeus e a expectativa é que propostas oficiais cheguem até o fechamento da janela de transferências. O presidente, Peter Siemsen, já garantiu que Scarpa só deixa as Laranjeiras caso chegue uma proposta irrecusável, mas a atitude do jogador mostra seu interesse em atuar nas principais ligas de futebol do mundo. O meia não participará do treinamento de hoje, tendo em vista que retorna ao Rio somente à noite. A diretoria garante que a viagem já estava programada e autorizada desde o início do ano.

O camisa 40 foi o destaque da conquista da Primeira Liga e recebeu o prêmio de craque da competição. No Brasileirão, entretanto, a regularidade deu lugar à oscilação e isso vem se refletindo nos resultados do Tricolor. Quando o meia tem boa atuação, a chance de vitória é bem maior. Porém, quando o desempenho é abaixo, as coisas ficam mais complicadas.

Com a saída de Diego Souza, o Scarpa foi designado por Levir Culpi para ser o homem de criação do time. Ao mesmo tempo, a diretoria segue em busca de um novo camisa 10.

Com os resultados do fim de semana, o Fluminense ficou a três pontos do G4, na oitava colocação do Brasileirão e terá, pela frente, dois jogos consecutivos com mando de campo, contra Grêmio e Corinthians.