No reencontro com Diego Souza, meia decide e Fluminense perde para o Sport

Camisa 87 da equipe pernambucana marca já aos 45 do segundo tempo e garante a vitória no encontro com o ex-time

Por O Dia

Recife - No reencontro de Diego Souza com o Fluminense, o meia foi decisivo para o Sport. Com um gol do camisa 87 já aos 45 do segundo tempo, o Sport bateu o Tricolor por 2 a 1 neste domingo, na Ilha do Retiro, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. Renê completou o placar para os pernambucanos e Magno Alves descontou para os cariocas.

A derrota impede que o Fluminense alcance o G-4 e deixa a equipe tricolor estacionada em 11º lugar com 13 pontos. Na quarta-feira, o time das Laranjeiras volta a campo e encara o Santos, às 21h45, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica. Já o Sport segue na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com oito pontos. Na quinta, a equipe pernambucana visita o São Paulo, às 21h, no Morumbi.

Mesmo atuando melhor que o Sport%2C o Fluminense não conseguiu vencer no reencontro com Diego SouzaMailson Santana/Fluminense F.C./Divulgação

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Fluminense começou a partida tomando a iniciativa no ataque. Logo no primeiro minuto, Richarlisson e Cícero fizeram uma boa troca de passes e o atacante só não conseguiu finalizar no gol porque o goleiro Magrão se antecipou e cortou o lance. Com mais ímpeto ofensivo, o Tricolor sufocava o Sport na defesa e criava chances em sequências. Scarpa e Cícero, em chutes de longa distância, exigiram boas defesas do camisa 1 pernambucano.

A primeira boa chegada e efetiva do Sport surgiu apenas aos 27. Após cobrança de falta para área, Everton Felipe bateu cruzado buscando Edmilson, mas antes que o atacante marcasse o gol, Gum apareceu para salvar o Fluminense. A chance para ter despertado os donos da casa, que passaram a criar mais oportunidades. Oito minutos depois, Diego Souza teve uma chance de ouro para abrir o placar, mas sozinho bateu em cima de Cavalieri. Porém aos 40, o arqueiro Tricolor nada pode fazer. Renê cruzou com precisão para Gabriel Xavier apenas escorar de cabeça e abrir o placar em Recife.

Em desvantagem após o primeiro tempo, Levir Culpi resolveu apostar e queimar duas substituições no intervalo colocando Magno Alves e Giovanni. A postura ofensiva do inicio da partida reapareceu e o Fluminense passou a pressionar. O veterano atacante de 40 anos tornou-se a principal arma ofensiva. Porém, aos 21, o Sport teve chance de alargar a vantagem, mas Diego Souza parou no travessão. No minuto seguinte, foi a vez de Magno Alves parar na trave de Magrão.

Após sucessivas chances, Magno Alves mostrou o velho faro de artilheiro já próximo do fim do jogo. Aos 39, o veterano recebeu na área, limpou para esquerda e acertou um belo chute, sem chances para Magrão. Tudo igual na Ilha do Retiro. Mas a igualdade não durou muito tempo. Já aos 45, Diego Souza, que já tinha perdido algumas oportunidades no jogo, não desperdiçou na hora decisiva. Após falha da defesa, o camisa 87 arrancou e tocou na saída de Cavalieri para garantir a vitória do Sport.

FICHA TÉCNICA

SPORT 2x1 FLUMINENSE

Estádio: Ilha do Retiro
Árbitro: Raphael Claus
Gols: Gabriel Xavier (Sport, aos 40' do 1ºT), Magno Alves (Fluminense, aos 39' do 2ºT)
Cartões Amarelos: Renê, Samuel Xavier (Sport)
Cartões Vermelhos:

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Serginho (Clayton), Rithely, Gabriel Xavier e Diego Souza; Everton Felipe (Lenis) e Edmilson (Rodrigo Mancha); Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Jonathan (Giovanni), Gum, Henrique e Wellington Silva; Douglas, Edson (Dudu), Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Richarlisson (Magno Alves); Técnico: Levir Culpi