Levir Culpi vai se reunir com presidente do Fluminense e pode deixar o clube

'Talvez o problema seja eu', declara o técnico tricolor

Por O Dia

Rio - A turbulência no Fluminense agita os bastidores do clube. O empate em 1 a 1 com o Ypiranga-RS, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, aumentou a instabilidade tricolor e pode resultar na saída do técnico Levir Culpi. Ele declarou que vai se reunir com o presidente Peter Siemsen e que pode deixar o clube.

Levir Culpi coloca o futuro no Fluminense em abertoNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

"A responsabilidade é nossa. E, acima de todos, é minha. Não me sinto muito bem neste momento. Pretendo ter uma conversa amanhã (quinta-feira) com o Peter sobre a minha permanência ou não. A forma como foi o jogo, principalmente no primeiro tempo, sobre o que eu pretendo de time, e o que conversamos, não aconteceu nada do que queríamos. Talvez o problema seja eu, quero conversar para resolver. O resultado foi péssimo. A reação tem sido demorada. Há um impacto negativo grande sobre atletas, comissão, torcida, diretoria em qualquer resultado negativo, se eu não conseguir controlar essa atmosfera, é melhor conversar e resolver meu caminho", declarou Levir.

A trajetória de Levir Culpi no Fluminense começou com o título da Primeira Liga. Porém, a crise e a má fase em campo abalam o casamento. A quinta-feira pode ser de separação.