Fluminense vence o Cruzeiro por 2 a 0 na estreia em Edson Passos

Tricolor faz bom jogo no primeiro tempo e com gols de Cícero e Marcos Junior garante a vitória na nova casa no Rio

Por O Dia

Rio - Na estreia do Fluminense na sua nova casa, em Edson Passos, o Tricolor fez um bom jogo e com gols de Cícero e Marcos Junior, venceu o Cruzeiro por 2 a 0, neste domingo, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com boa presença de público, o placar só não foi maior, porque o goleiro Fábio, que completou 700 jogos com a camisa celeste, fez boas defesas e evitou um resultado mais elástico.

O Fluminense volta a vencer no Brasileirão após três jogos e chega aos 21 pontos, na 9ª posição na tabela. No próximo domingo, o Tricolor viaja ao Paraná e enfrenta o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada. Já o Cruzeiro segue em má fase e chega ao quarto jogo sem vitória, ocupando a 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento. Também no domingo, a equipe celeste recebe o Sport, às 16h, no Mineirão.

Na estreia em Edson Passos%2C o Fluminense venceu o Cruzeiro por 2 a 0 neste domingoMailson Santana/Fluminense F.C./Divulgação

O JOGO

A atmosfera não podia ser mais propensa para a estreia do Fluminense em seu novo caldeirão na temporada. Abraçando o time, a torcida compareceu em peso à Edson Passos e fez uma bonita festa. Empurrado por seu torcedor, o Tricolor foi pra cima logo desde o início e aproveitou um Cruzeiro disperso para logo aos 6 abrir o placar. Após escanteio, Henrique cabeceou para defesa milagrosa de Fábio, mas na sobra, Cícero apareceu para só conferir para o gol: 1 a 0 e festa tricolor.

Atordoado pelo gol logo cedo, o Cruzeiro parecia perdido em campo e passou a contar com os milagres de Fábio para o placar não ser mais dilatado. Com pelo menos três defesas, o capitão celeste, que completou 700 jogos neste domingo, ia salvando o time de uma goleada. Porém, aos 23, ele nada pode fazer no pênalti bem cobrado por Marcos Junior e viu a vantagem Tricolor aumentar.

Com o total domínio na partida, o Tricolor passou a cozinhar o adversário e chegava com facilidade, mas sempre parando na atuação inspirada de Fábio, que até quando o lance não valia mais, seguia fazendo seus milagres. Apenas aos 46 minutos, o Cruzeiro conseguiu ter uma boa finalização, mas Willian chutou por cima da meta de Diego Cavalieri.

Mero espectador no primeiro tempo, Diego Cavalieri voltou dos vestiários já tendo muito trabalho. No primeiro minuto, Bruno Viana e Rafael Sobis fizeram o arqueiro tricolor trabalhar e impedir que o Cruzeiro voltasse para o jogo. Mais consciente e só indo na boa, o Fluminense não corria grandes riscos e seguia levando perigo ao gol de Fábio, que assim como na primeira etapa, seguiu inspirado no segundo tempo com boas defesas e destoando do restante da equipe.

Sem força e organização para pressionar o Fluminense em busca de uma virada, o Cruzeiro passou a esbarrar em suas limitações ofensivas e não criava perigo a meta de Diego Cavalieri. Consciente de que tinha o resultado na mão, o Tricolor soube administrar o adversário e garantiu a vitória na estreia de seu novo caldeirão e fez a festa de seus torcedores que lotaram Edson Passos.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2x0 CRUZEIRO

Estádio: Giulite Coutinho
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Gols: Cícero (Fluminense, aos 6' do 1ºT), Marcos Junior (Fluminense, aos 25' do 1ºT)
Cartões Amarelos: Rafael Sobis, Bruno Viana, Edimar, Bruno Ramires, Rafinha, Riascos (Cruzeiro)
Cartões Vermelhos:

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Jonathan (Igor Julião), Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Maranhão (Edson) e Marcos Junior (Dudu); Richarlison e Samuel; Técnico: Levir Culpi

CRUZEIRO: Fábio; Lucas (Ezequiel), Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Edimar; Henrique, Bruno Ramires e Allano (Rafinha); Willian, Rafael Sobis e Ábila (Riascos); Técnico: Paulo Bento