Levir quebra a cabeça para escalar o Flu contra o Santa Cruz

Tricolor vai ter os desfalques de Marcos Júnior e Cícero

Por O Dia

Rio - Com os desfalques do meia Cícero e do atacante Marcos Júnior, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o técnico do Fluminense, Levir Culpi, precisa montar um novo quebra-cabeça para superar o Santa Cruz no próximo domingo, fora de casa. Marquinho, contratação recente do Tricolor, será um dos titulares. O meia, que entrou no decorrer dos últimos dois jogos, avalia que pode fazer a mesma função de Cícero.

Levir tem dúvidas para escalar o FluminenseMailson Santana / Fluminense F.C. / Divulgação

“Quem joga no meio de campo tem que tocar bastante na bola, ter a visão de quando tem que cadenciar ou acelerar. É um time bastante jovem, então é importante ter jogador desse tipo, que decida a hora certa. A única coisa que tenho diferente, o Cícero é o melhor do Brasil nisso, é em cabecear. Vamos sentir falta dele por isso também, além da qualidade técnica”, afirmou o jogador.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Com o olhar pra a parte de cima da tabela - o Fluminense é o nono colocado, com 28 pontos -, Marquinho acredita que a chave para uma boa atuação é ficar, literalmente, de cara para o gol.

“Não tenho preferências, mas gosto de jogar vindo de trás, não de costas para o gol adversário. Gosto de estar sempre com o gol na minha frente, independentemente da posição vou procurar isso”, analisou Marquinho.