Henrique diz que vai ser difícil esquecer o gol anulado no clássico contra o Fla

Zagueiro do Fluminense volta a afirmar que houve comunicação extracampo. 'Eu queria sabe se fosse o contrário se aconteceria isso'

Por O Dia

Rio - O Fluminense ainda está indignado com o árbitro Sandro Meira Ricci pelo gol anulado que decretou a derrota do clube no clássico de Volta Redonda contra o Flamengo. Um pouco mais calmo após o tumulto generalizado desta quinta-feira, o zagueiro Henrique falou sobre o lance:

Henrique sobe para marcar o polêmico gol%2C que foi anuladoNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

"O primeiro gol do Flamengo foi falta no goleiro Julio César, mas ninguém voltou atrás. Ninguém vê isso. Agora vão esperar para ver no vídeo e voltar atrás. O fator extracampo que nos deixa exaltado. Mas temos oito jogos ainda, e temos chance de título. Mesmo se for 1%, vamos em busca disso", afirma o zagueiro.

O zagueiro tricolor ratifica o pensamento de que houve algum tipo de comunicação entre o árbitro e pessoas estranhas a quatro linhas: "O banco inteiro do Flamengo correu em direção ao bandeirinha. Pessoas que estavam com telefone. Foi coisa extracampo. A TV disse isso, aquilo outro. Depois apareceu o delegado e falou no ouvido do juiz. É difícil engolir. Essa situação extracampo nos atrapalhou. Eu queria sabe se fosse o contrário se ia acontecer isso, depois de uma paralisação de 13 minutos? Acho muito difícil", disse.

Pensando na sequência do Brasileirão, Henrique diz que é difícil esquecer o lance, mas que é preciso pensar no São Paulo, adversário da próxima segunda-feira: "Era um jogo-chave. Queremos permanecer na zona da Libertadores e atrapalhou muito. É meio difícil esquecer. É complicado descansar e engolir isso. Agora temos um jogo difícil na segunda-feira, mas sempre ficam vindo os flashes na memória. Lamentável", concluiu.