Por sarah.borborema
Publicado 04/02/2017 15:43 | Atualizado 04/02/2017 15:47

Rio - O jejum de gols no segundo semestre do ano passado fez com que a torcida tricolor desconfiasse do potencial de Henrique Dourado. Poucos meses depois, o panorama mudou. Graças ao apoio de Abel Braga, o atacante ganhou a vaga de titular e recentemente tem boas atuações no Fluminense — em três jogos em 2017, balançou a rede uma vez e deu uma assistência.

A dedicação nos treinos e a entrega durante as partidas têm impressionado o comandante. Abel está muito satisfeito com o rendimento do camisa 9 neste início de temporada.

Henrique Dourado desencantou no clássico diante do VascoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

“Está com moral comigo, com os companheiros e com a torcida. É um jogador importante, luta muito. Já falei que tudo parte dele, do feeling dele e da equipe, de marcar alto. Se ele não for, não tem que ir mais ninguém. O time é comandado por ele na frente, e pelo goleiro e dois zagueiros atrás”, disse Abel.

Contratado no meio do ano passado, Dourado chegou às Laranjeiras bem abaixo de sua forma física ideal. As oportunidades recebidas por Levir Culpi — treinador à época — não foram bem aproveitadas e ele não conseguiu se firmar como titular. O centroavante disputou 14 jogos e balançou a rede apenas duas vezes.

O ano novo trouxe outro astral ao jogador. Abel Braga chegou e tratou de passar confiança a Dourado. Pronto, o atacante aproveitou ao máximo a pré-temporada e, em apenas três partidas disputadas nesta temporada, conquistou o seu espaço no clube.

Henrique Dourado tem chamado a atenção pela grande participação nas partidas. Ao contrário da maioria dos jogadores que atuam na frente, ele tem ajudado na marcação e algumas vezes saído da área para articular tramas ofensivas. O peso do jejum de gols acabou, e, agora, é preciso manter o nível para continuar com o apoio da torcida.

Você pode gostar