Abel revela conversa dura com jogadores no intervalo: 'mandei para aquele lugar'

Após estar perdendo por 2 a 0, o Fluminense reagiu no segundo tempo e virou para cima do Botafogo com gols de Richarlison e Renato Chaves

Por O Dia

Rio - Quem assistiu o primeiro tempo de Botafogo e Fluminense não imaginou que o Tricolor sairia do Nilton Santos com uma virada heróica, na última quinta-feira. A saída para o intervalo foi de tensão para o time das Laranjeiras, que precisava de uma reação na segunta etapa do duelo. O técnico Abel Braga revelou que não facilitou para os jogadores e que a bronca no vestiário foi essencial para a mudança de postura em campo.

Abel Braga não ficou satisfeito com a postura da equipe no primeiro tempoNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"Xinguei eles. Mandei eles tomarem onde não gostam, mandei para aquele lugar. E, no fim, se tornou uma das vitórias mais importantes da minha carreira. A minha maior vitória hoje foi dizer a eles, no momento de euforia, que eu não retiro nada do que falei no intervalo. Não tiro uma vírgula do que disse no intervalo. Uma. Nem ponto e vírgula, nem exclamação, nem interrogação. Zero. Não tiro nada. E eles entenderam o recado", disse o treinador.

"Sinceramente, me faltou voz no intervalo. E, agora, sobraram lágrimas de emoção. Futebol é isso", encerrou Abel.

O Fluminense chegou aos seis pontos e lidera o Grupo C da Taça Rio. O próximo compromisso do Tricolor será diante do Macaé, neste domingo.