Por sarah.borborema

Rio - O Fluminense vai precisar se especializar em decisões para fazer valer este semestre. Com a sequência de mata-matas pela frente — Copa do Brasil, Carioca e Sul-Americana —, a capacidade de ir bem nas ‘provas’ será fundamental para não ser reprovado. O primeiro dos desafios será nesta quarta-feira, às 21h45, no Maracanã, diante do Goiás. Para chegar às oitavas de final, o time das Laranjeiras precisa apenas do placar por 1 a 0, já que em Goiânia perdeu por 2 a 1.

Julio Cesar será titular contra o GoiásNelson Perez/Fluminense F.C

Substituto de Diego Cavalieri, expulso na partida no Serra Dourada, o goleiro Júlio César já decorou a fórmula da vitória: tomar as rédeas do jogo desde o início. "Temos que ter o comportamento de quem quer vencer e chamar a responsabilidade do jogo. É uma partida eliminatória e tem que ser jogada com inteligência, sem desespero. Temos que ter tranquilidade e maturidade para começar bem o jogo. Precisamos pressionar o adversário para conseguir os gols", disse o jogador, que amenizou a desvantagem de um gol.

TORCIDA A FAVOR É O TRUNFO

"Não precisamos acelerar o jogo de forma errada. A desvantagem não é gigante. Não podemos nos jogar de cabeça e esquecer da defesa. Temos que jogar com tranquilidade. Eles tem uma vantagem mínima. Só precisamos marcar um", afirmou.

Além do desfalque de Cavalieri, Abel Braga não poderá contar com o zagueiro Renato Chaves, suspenso pelo terceiro cartão, e com o atacante Henrique Dourado, lesionado. Mas nem por isso Júlio César acredita que a torcida tricolor vá se desanimar com os desfalques. "O fator casa influencia e pode ser fundamental para a nossa classificação. É muito bom voltar ao Maracanã", completou.

Você pode gostar