Por gabriel.santos

Rio - O Fluminense conseguiu se classificar na Copa Sul-Americana, mesmo após a derrota por 1 a 0 para o Liverpool-URU, marcada por um início de jogo muito ruim da equipe. E a má atuação foi tema da entrevista coletiva do goleiro Diego Cavalieri, que falou sobre as expectativas para o Brasileirão.

Diego Cavalieri falou sobre sequência ruim do FluminenseNelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação

Contido, o jogador de 34 anos avaliou a sequência do Fluminense, que vem de quatro partidas sem vitória, incluindo as duas para o Flamengo, na decisão do Campeonato Carioca.

"Temos que ter a consciência de que, principalmente no último jogo, iniciamos muito abaixo. Serve de aprendizado. A gente vem trabalhando. Não vamos conseguir manter o nível alto em todos os jogos. As equipes começam a se estudar. No início do ano era uma incógnita, muita desconfiança. Não podemos nos abalar por causa de um jogo", afirmou Cavalieri.

Há mais de seis anos no Tricolor das Laranjeiras, o camisa 12 afirmou que existe certa preocupação, mas confia na recuperação do elenco. Além disso, preferiu adotar tom conservador ao projetar a temporada do time.

"Claro que a gente se preocupa, sabemos como foi o início do jogo. Temos que tirar de lição, liga o alerta. O Brasileiro tem grandes elencos, times candidatos ao título. Queremos brigar para fazer um bom campeonato, para ficar nas primeiras posições. Temos que manter a mesma luta, entrega. Assim as coisas acontecem. Temos que ficar no pelotão da frente para brigar pelo título ou uma vaga na Libertadores."

O Fluminense estreia neste domingo, às 11h, contra o Santos, que deve utilizar time reserva na primeira rodada do Brasileirão. No Dia das Mães, o clube carioca promete ação promocional: as primeiras mil mulheres a chegarem no Maracanã trajando a camisa do Flu terão cortesias para assistir ao jogo.

Você pode gostar