Fluminense precisa confirmar eficiência do ataque para avançar na Copa do Brasil

Time que mais balançou a rede no ano, Tricolor precisa superar o Grêmio, nesta quarta-feira, por 2 a 0 ou três gols para ir às quartas de final

Por O Dia

Rio - Ataque mais efetivo do futebol brasileiro, atualmente com 64 gols, o Fluminense terá que mostrar toda a sua vocação ofensiva se quiser continuar balançando a rede na Copa do Brasil. Afinal, além de derrotar o Grêmio, nesta quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, o time de Abel Braga terá que construir um placar elástico para ir às quartas de final da competição, se o goleiro Diego Cavalieri for vazado. Se não vencer por 2 a 0, terá que conseguir uma vantagem de pelo menos três gols de diferença para evitar a eliminação. Um 3 a 1 a favor do Flu leva a decisão para os pênaltis.

Richarlison terá missão importante no Maracanã, nesta quarta-feiraNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

É hora de mostrar eficiência. "Estamos tranquilos. A gente tem um dos melhores ataques do Brasil e isso vai fazer a diferença. Espero estar em noite inspirada para ajudar o Fluminense a fazer gols. Eles saem naturalmente. Primeiro, temos que pensar em fazer um, depois, o segundo", disse o atacante Richarlison, autor de dez gols nesta temporada. Ele jogará ao lado de Henrique Dourado, que fez 16.

RICHARLISON: ‘GRÊMIO BATE’

Tanta força no ataque cobra um preço alto: a marcação sofrida pelos jogadores de frente. Para Richarlison, a pegada forte é a especialidade do time gaúcho, e será preciso driblar também as ausências do atacante Wellington e do volante Sornoza, machucados. Douglas e Gustavo Scarpa serão os substitutos hoje à noite.

"A marcação já era difícil com eles no time. Agora, com a saída deles, ficará mais. Estou tranquilo, não dá para se abater. O Grêmio bate muito. Então, vamos com tudo para reverter o placar”, disse Richarlison, que até projetou uma tabelinha com o camisa 10. “Já sei o que faz dentro de campo, esse entrosamento ajuda nos jogos e o Scarpa é um grande parceiro meu. Amanhã (hoje), vai me dar o passe para o gol."