Torres reafirma fim da negociação com o Verdão e minimiza nota de Richarlison

Gerente de futebol voltou a falar sobre a polêmica envolvendo o atacante

Por O Dia

Rio - A semana passou mas o assunto no Fluminense é o mesmo da anterior: Richarlison. O gerente de futebol do clube, Alexandre Torres, concedeu entrevista coletiva para falar sobre a postagem do jogador no Instagram, nesta segunda-feira. O dirigente afirmou que não acredita que o texto escrito na rede social tenha sido elaborado pelo atleta. Na nota, o jovem afirma que recebeu uma proposta irrecusável do Palmeiras e não garantiu se permanecer nas Laranjeiras.

"Meu entendimento e de todos do Fluminense, o comunicado foi feito por uma pessoa contratada pelo Richarlison, da sua assessoria mas que em conversa particulares com o jogador não reflete o que ele pensa. O Richarlison, todas as vezes que jogou, vestiu a camisa com orgulho, foi um jogador que se mostrou à altura das tradições, mostrou respeito pelos companheiros e pela torcida. O que ele escreveu não reflete a realidade e o pensamento dele", afirmou.

Gerente de futebol do Fluminense%2C Alexandre Torres%2C concedeu coletiva para falar da situação de RicharlisonMailson Santana/Fluminense F.C./Divulgação

Apesar da nova crítica ao posicionamento do jogador, Torres negou qualquer tipo de punição a Richarlison. No entanto, o dirigente reforçou que o clube achou equivocado o pedido de dispensa para o duelo contra o Palmeiras.

"Futebol se decide em campo. Richarlison é jogador do Fluminense, titular, faz boa temporada e ao meu ver não havia motivo para essa confusão. Se ele tem proposta de outro clube, o dever é entrar em campo e jogar. Ninguém daqui acredita que isso veio dele, não faz parte da índole dele. Ele recebeu orientação de outras pessoas e fez isso. A gente lamenta. É um jovem, a gente conta com ele. Não é por esse erro que a gente vai fazer represália ao garoto. A gente entende o momento difícil.", disse.

Alexandre Torres ainda afirmou que não há possibilidade do Fluminense aceitar a proposta do Palmeiras, mas não garantiu que Richarlison irá cumprir seu contrato até o fim pelo Tricolor. 

"Depois do que aconteceu semana passada, está encerrado. O próprio presidente já deu como encerrada. Se chegar nova proposta, não sou eu que vou dizer que não dá para aceitar. Não existe mais jogador inegociável. Mas só serão negociados jogadores que o clube entender que a proposta é realmente vantajosa", concluiu.