Sem trauma! Em Quito, Fluminense bate a Católica e avança na Sul-Americana

Tricolor pode ter a LDU como adversária nas oitavas da competição

Por O Dia

Equador - O retorno de Fluminense a Quito não teve nada de traumático para a equipe das Laranjeiras. No duelo de volta pela Sul-Americana, o Tricolor derrotou a Universidad Católica por 2 a 1 e garantiu a classificação para as oitavas de final da competição.

Jhon Cifuentes abriu o placar para o time equatoriano. Dourado e Marlon Freitas viraram para a equipe das Laranjeiras. 

O Fluminense volta aos gramados no domingo contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, no Brasileirão. Pela Sul-Americana, o Tricolor aguarda o vencedor de Bolívar e LDU para saber qual seu próximo adversário.

Fluminense voltou a vencer a Católica AFP

O JOGO

O primeiro tempo entre Universidad Católica e Fluminense foi de amplo domínio da equipe do Equador. Com os jogadores tricolores sentindo muito a altitude de Quito, a equipe da casa teve as melhores chances, porém, não conseguiu aproveitá-las e construir uma vantagem. A Católica saiu na frente, mas permitiu o empate do Tricolor.

A pressão dos donos da casa foi quase que uma constante no primeiro tempo. Com dois minutos, Lopes recebeu na entrada da área e obrigou Júlio César a fazer uma grande defesa. Aos 17 minutos, a equipe da casa abriu o placar. Após escanteio, a zaga do Fluminense falhou e Jhon Cifuentes colocou a bola para dentro.

A primeira chegada do Fluminense foi com 28 minutos. Wendel fez bela jogada e deixou Marcos Junior em boas condições, mas o atacante finalizou fraquinho, facilitando a vida do goleiro Galíndez. Cinco minutos depois, a Católica teve uma chance claríssima de ampliar. Prado recebeu de Cifuentes e ficou cara a cara com Júlio César, o jogador chutou, mas o goleiro do Fluminense fez uma grande defesa.

Aos 38 minutos, a sorte sorriu para o Tricolor das Laranjeiras. Em uma rada oportunidade. Marcos Junior cobrou falta, Henrique cabeceou, Galíndez fez bela defesa, mas no rebote, Henrique Dourado apareceu para deixar tudo igual em Quito.

O Fluminense voltou para a segunda etapa com uma modificação. Renato Chaves substituiu Marcos Junior. A mudança deixou a equipe das Laranjeiras com uma marcação melhor e dificultou a equipe equatoriana que passou a ter menos liberdade na partida.

Com calma, o Tricolor foi tocando bola e conseguiu virar a partida. Léo cobrou lateral, Richarlison deu belo passe para Marlon Freitas finalizou, a bola desviou na zaga do time do Equador e tirou qualquer chance de defesa para Galíndez.

O Fluminense subia de produção e por pouco não ampliou. Em belos contra-ataques puxados por Richarlison, Renato Chaves e Calazans perderam chances claras de gol em Quito.

Os últimos minutos foram tranquilos para o Tricolor. A equipe carioca tocou a bola e só administrou a vitória e a classificação para as oitavas de final da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA 1X2 FLUMINENSE

Estádio: Olímpico Atahualpa, em Quito (EQU)
Árbitro: Dario Herrera (ARG)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartão amarelo: Gastón Gil, Léon e Oñate (UNI); Orejuela (FLU)
Cartão vermelho: Não houve.
GOLS: Cifuente (1-0, 17'/1ºT), Henrique Dourado (1-1, 38'/1ºT) e Marlon Freitas (1-2, 15'/2ºT)

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Galíndez; Meneses, Oñate, Godoy, Prado (Caicedo, 20'/2ºT); Gastón Gil, León, Defederico; Ibarra (Jonathan Lucas, 34'/2ºT), López e Cifuente - Técnico: Gustavo Díaz

FLUMINENSE: Júlio César; Mateus Norton, Henrique, Frazan e Léo (Marlon, 28'/2ºT); Orejuela, Marlon Freitas e Wende (Calazans, 18'/2ºT)l; Marcos Júnior (Renato Chaves, Intervalo), Richarlison e Henrique Dourado - Técnico: Abel Braga