Abel elege 'falta de sorte' como vilã em mais um empate tricolor no Brasileirão

Com resultado, Fluminense chegou a sua nona igualdade na competição

Por O Dia

São Paulo - Pela nona vez no Brasileiro, o Fluminense saiu de campo sem ser batido, mas também sem a vitória. Superior no segundo tempo, a equipe carioca não saiu do zero contra o Santos, no Pacaembu. Para o treinador Abel Braga, o Tricolor poderia ter saído de São Paulo com um resultado melhor.

Abel Braga lamentou falta de sorteNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"Faltou um pouco de sorte e tranquilidade, tentar a melhor jogada... Em vez de nove empates, preferia ter três vitórias. Viemos aqui para ganhar o jogo. Não abdicamos de atacar, o meio todo saiu, há um revezamento, óbvio, dando maior liberdade ao Scarpa. Vamos continuar trabalhando", afirmou.

O segundo empate seguido por 0 a 0 significou apenas a terceira partida no Brasileirão em que a defesa do Fluminense não foi vazada. Esse foi ao menos um ponto positivo comemorado pelo treinador.

"Uma coisa muito boa é que estamos há dois jogos sem sofrer gols. Procuramos um posicionamento para tentar quebrar a verticalidade do Santos, apesar da ausência do Copete e do Bruno Henrique, mas mesmo assim o Santos dá aquele meio campo vazio para você sair e depois pressiona o homem da bola", disse.