Dourado quebra marca pessoal, Fluminense vence o Atlético-MG e cola no G-6

Atacante marcou duas vezes na vitória do Tricolor no Maracanã

Por O Dia

Rio - No reencontro de Fred com o Fluminense no Maracanã, quem brilhou foi Henrique Dourado. O Ceifador marcou duas vezes na vitória da equipe carioca por 2 a 1 sobre o Atlético-MG em confronto válido pela 22ª rodada do Brasileirão.

Com os dois gols marcados o atacante ultrapassou a sua maior marca de gols em uma temporada na carreira. O atacante já marcou 26 pelo Fluminense neste ano. De quebra, ele ainda chegou aos 12 gols no Brasileiro e se tornou artilheiro do Brasileiro de forma isolada.

Na próxima rodada, o Fluminense volta a jogar contra o Vasco, no Maracanã, no sábado. Já o Atlético-MG vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta, no domingo.

Dourado foi o nome do jogo no MaracanãNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

O JOGO

O primeiro tempo entre Fluminense e Atlético-MG foi de amplo domínio tricolor. A equipe carioca criou muitas chances e conseguiu o seu gol já perto do intervalo. O time mineiro também conseguiu algumas boas oportunidades.

Jogando em casa, o Fluminense começou a partida em cima do Atlético-MG. Com três minutos, Lucas cobrou lateral para a área e Marlon Freitas ganhou, a bola foi na direção do gol e Victor fez grande defesa.

A equipe carioca seguia melhor, com boas jogadas pelo lado esquerdo. Em uma delas, Léo recebeu foi no fundo e cruzou para Scarpa obrigar o goleiro do Galo a salvar de novo. Logo depois, em um lance parecido, novamente o camisa 10 apareceu dentro da área para finalizar e de novo Victor salvou o Atlético-MG.

O gol do Fluminense saiu aos 37 minutos. Scarpa cobrou escanteio e Henrique Dourado cabeceou, sem chances de defesa para o goleiro mineiro. O gol foi o 25º do Ceifador na temporada, igualando a sua melhor marca pessoal na carreira. 

Com a vantagem da equipe carioca, o Atlético-MG passou a buscar mais jogadas ofensivas. Antes do intervalo, Elias apareceu bem, após cruzamento e quase deixou tudo igual, Júlio César apareceu bem e fez grande defesa.

O Galo voltou com uma mudança para o segundo tempo. Roger Bernardo deixou a partida para a entrada de Valdívia. E a mudança de Micale acabou surtindo efeito rapidamente. Na primeira chance que teve no jogo, o apoiador tabelou com Cazales e deixou tudo igual no Maracanã.

Aos 25 minutos um momento diferente para a torcida do Fluminense e para Fred. O atacante ex-jogador do clube carioca, que começou no banco de reservas entrou na vaga de Rafael Moura e recebeu muitas vaias da torcida tricolor no Maracanã. 

Aos 31 minutos, o Atlético-MG quase virou a partida. Novamente Valdivia arriscou uma bomba de fora da área, a bola explodiu no travessão do goleiro Júlio César, assustando a torcida tricolor.

Aos 42 minutos, apareceu novamente a estrela de Henrique Dourado. Quando a partida parecia que terminaria mesmo empatada, o Ceifador cabeceou após levantamento de Scarpa e decidiu a partida. O segundo gol fez com que o atacante conseguisse a sua melhor marca pessoal na carreira.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2X1 ATLÉTICO-MG
?
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Araújo Dias (SP)
Renda/Público: R$ 237.240,00 / 10.412 presentes (9.248 pagantes)
Cartão amarelo: Wendel (FLU); Luan e Fred (CAM)
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Henrique Dourado (1-0, 37'/1ºT e 2-1, 42'/2ºT) e Valdívia (1-1, 11'/2ºT)

FLUMINENSE: Júlio César; Lucas (Matheus Alessandro, 27'/2ºT),Renato Chaves, Henrique e Léo; Marlon Freitas (Marcos Junior, 28'/2ºT), Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa; Welllington Silva (Peu, 41'/2ºT)e Henrique Dourado - T: Abel Braga.

ATLÉTICO-MG: Marcos Rocha, Leonardo Silva, Bremer, Fábio Santos; Yago, Roger Bernardo (Valdívia, Intervalo), Elias, Cazares (Robinho, 41'/2ºT), Luan; Rafael Moura (Fred, 25'/2ºT)- T: Rogério Micale.