Richard descarta papel de contrapeso e vira peça chave no Fluminense

Volante tem sido elogiado após boas atuações como titular

Por O Dia

Rio - Apresentados juntos no dia 17 de agosto, Robinho e Richard tinham histórias parecidas de quase desistência do futebol, mas chegavam ao Fluminense com status diferentes. O primeiro vinha como solução para o ataque, enquanto o segundo era um desconhecido saído do Atibaia, da Terceira Divisão paulista. Dois meses depois, os papéis se inverteram, com o volante em alta com a torcida e titular absoluto de Abel, enquanto o atacante corre atrás de espaço.

"Não sou contrapeso como falaram. Sei que cheguei com desconfiança. Até o meu primeiro jogo, tive que trabalhar muito para passar confiança", disse Richard.

Richard vive bom momento no FluminenseNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

De último na fila no meio de campo a indispensável, o volante precisou se adaptar rapidamente a um clube grande e também mudar suas características. Ao se apresentar, Richard falou que gostava de chegar ao ataque, mas foi a força defensiva que o fez conquistar uma vaga.

"Faço o arroz com feijão. Minha meta é fazer os meias jogarem e marcar. No Atibaia, era segundo volante. Abel me colocou de primeiro. Mudei um pouco a minha característica e me adaptei. Tem sido mágico viver este momento. Quanto mais eu jogar, tenho chance de ser contratado", disse Richard, que está emprestado até o fim do Carioca.

Do outro lado está Robinho. Contratado por mais de R$ 7 milhões para ser o substituto de Richarlison, o atacante ainda está conquistando seu espaço e recebeu pedidos de Abelão para melhorar algumas características. Após quatro jogos sem entrar, voltou a ter uma chance e marcou seu primeiro gol pelo Fluminense, de pênalti.

"A conversa foi para eu melhorar a intensidade, com e sem a bola. Ele sempre disse que conta comigo. Precisei de adaptação", disse Robinho.