Na luta contra o rebaixamento, Fluminense e Bahia amargam empate no Maracanã

Na próxima rodada, o Tricolor volta a campo para a partida contra o Botafogo, no sábado, às 19h, no estádio Nilton Santos

Por O Dia

Rio - O Fluminense e Bahia se enfrentaram, neste domingo, no Maracanã, dispostos a ampliar a distância da zona do rebaixamento. Em uma partida sem grandes emoções, as equipes ficaram apenas no empate, por 1 a 1, e ainda correm o risco de disputar a Segundona no próximo ano.

Fluminense e Bahia ficam no empate no MaracanãSeverino Silva / Agência O Dia

Os gols foram marcados por Edigar Junio, do Bahia, aos 2 minutos do primeiro tempo e por Gustavo Scarpa, do Fluminense, aos 32 minutos também da primeira etapa.

Com 39 pontos, o Tricolor permanece na 14º colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Já o time baiano, tem o mesmo número de pontos, mas está em 13º lugar.

No próximo sábado, às 19 horas, o Fluminense volta a campo para a partida contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos. E no domingo, o Bahia recebe a Ponte Preta, às 18h, na Fonte Nova.

O JOGO

1º tempo

O Bahia abriu o placar logo no primeiro ataque da partida. Aos 2 minutos, Zé Rafael fez grande jogada individual, limpou toda a defesa do Fluminense e serviu de bandeja para Edigar Junior tocar na saída de Diego Cavalieri.

Tentando furar a defesa adversária, o tricolor carioca teve uma boa chance com Marcos Júnior, que não soube aproveitar e perdeu o gol de forma bizarra. Gustavo Scarpa ganhou a disputa de bola com Tiago e deixou o camisa 35 em condição de marcar o gol de empate. No entanto, o meia do Fluminense ajeitou o corpo e chutou longe da meta. A bola saiu quase na lateral.

No primeiro tempo, o Fluminense teve muitas dificuldades para triangular e insistiu nos cruzamentos. Já a defesa do Bahia conseguiu levar a melhor pelo alto.

O empate só veio aos 32 minutos. Marlon fez um cruzamento rasteiro, após confusão na área, a bola ficou com Scarpa que limpou a jogada e finalizou rasteiro para o fundo das redes.

O Bahia fez boa partida no primeiro tempo. Além de não ter passado sustos no campo defensivo, o tricolor baiano avançou com qualidade e incomodou a retaguarda do Fluminense.

Já o clube carioca não teve saída de bola e criatividade no primeiro tempo. A escalação foi a mesma que derrotou o São Paulo, mas atuação dos jogadores foram apagada.

2º tempo

O Fluminense tentou pressionar o Bahia no começo da segunda etapa. Sornoza cobrou falta com veneno e Jean voou na bola para fazer a defesa. No contra-ataque, Matheus Sales recebeu passe pela direita e chutou cruzado. A bola passou na frente do gol de Diego Cavalieri e Hernane quase conseguiu aproveitar, mas o Brocador chegou um pouco atrasado.

As duas equipes criaram poucas oportunidades de gol na segunda etapa. Matheus Salles fez cruzamento rasteiro, Hernane desviou e a bola passou muito próximo do gol do Fluminense.

Aos 35 minutos, Wellington Silva conduziu a bola no campo de ataque do Bahia e chutou da intermediária. A bola passou com muito perigo por cima da meta defendida pelo goleiro Jean.

Sem grandes chances, a partida terminou no empate, em 1 a 1, construído no primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 1 x 1 Bahia

FLUMINENSE - Diego Cavalieri, Lucas, Gum, Reginaldo, Marlon, Richard, Douglas (Matheus Alessandro( (Robinho), Gustavo Scarpa, Sornoza, Marcos Junior (Wellington Silva), Henrique Dorado. Técnico: Abel Braga.

BAHIA - Jean, Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Thiago Martins), Matheus Reis, Renê Júnior, Juninho, Zé Rafael, Régis (Matheus Sales), Edigar Junio, Hernane (Allione). Técnico: Carpegiani.

CARTÕES AMARELOS - Tiago e Matheus Reis (Bahia)

GOLS - Edigar Junio, do Bahia, aos 2 minutos do primeiro tempo; Gustavo Scarpa, do Fluminense, aos 32 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio

RENDA - R$ 271.640,00

PÚBLICO - 12.841 presentes / 10.894 pagantes

LOCAL - Estádio do Maracanã.