Por felipe.martins

Rio - O prefeito Eduardo Paes viveu nesta quinta-feira um dia de atleta olímpico, durante a inauguração do Circuito de Canoagem Slalom, no Complexo Esportivo de Deodoro. Até domingo, o local vai receber 250 atletas de 40 países, para o evento-teste da modalidade. Paes encarou o percurso de corredeiras ao lado do francês e tricampeão olímpico, Tony Estanguet.

“Isso aqui é um grande legado da Olimpíada que entregamos, mais uma vez, dentro do prazo e do custo”, disse o prefeito. Em fevereiro, o prefeito havia dito que o local se tornaria um grande “esquibunda” comunitário após os Jogos, beneficiando 1,5 milhão de pessoas de 10 bairros e três municípios vizinhos. “O mais legal é imaginar a molecada da Zona Norte e da Região Metropolitana do Rio usando esse parque como área de lazer daqui a pouco mais de um mês”, disse.

Prefeito desceu corredeiras na inauguração do circuito de canoagemDivulgação

A chave simbólica do local foi entregue ao presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, que aprovou o circuito. “Estamos recebendo instalações mais difíceis e complexas. É um orgulho muito grande para essa região, pois nós defendemos na candidatura do Rio para sediar a Olimpíada que a cidade inteira se desenvolveria com eles”, afirmou.

O tricampeão olímpico Tony Estanguet também elogiou o espaço. “Está simplesmente fantástico, a pista é muito boa. Precisamos acertar algumas coisas até março, quando os atletas voltam para treinar”, avaliou. Após os Jogos, o Circuito de Canoagem Slalom fará parte do Parque Radical, com 500 mil metros quadrados, que vai oferecer recreação e esportes para a população, incluindo ciclovia. Os usuários poderão descer os canais, do tamanho de sete piscinas olímpicas, a nado ou em boias. Será a segunda maior área de lazer da cidade, atrás do Aterro do Flamengo.


Você pode gostar