Por pedro.logato
Rio - São 17 medalhas olímpicas para o Brasil, mas as mulheres conquistaram apenas uma: o bronze de Isabel Swan e Fernanda Oliveira na classe 470, em Pequim-2008. Ou seja: chegou a hora de as meninas brasileiras subirem no lugar mais alto do pódio das provas de vela.
Kahena e Martine venceram o evento-teste no Rio Divulgação

E as campeãs mundiais na classe 49erFX, Martine Grael e Kahena Kunze entram nas águas da Baía de Guanabara como favoritas ao ouro nos Jogos do Rio, em 2016. Os números da dupla comprovam o favoritismo. Martine e Kahena vêm colecionando vitórias e bons resultados ao longo do ciclo olímpico.

No último mês de agosto, Kahena e Martine conquistaram o bicampeonato do Aquece Rio Regata Internacional de Vela, um evento-teste da vela na raia onde serão as provas nos Jogos de 2016.

Em etapas da Copa do Mundo da Federação Internacional de Vela, Kahena e Martine levaram o ouro em Weymouth, na Inglaterra, prata em Hyères, na França, e bronze em Miami, nos EUA. Elas também ficaram com a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, no ano passado.